domingo, julho 06, 2008

Ter Amigos Faz bem ao...Coração"



Por vezes, mal conhecemos alguém, percebemos logo que estamos perante as nossas almas gémeas. Em alguns desses casos, a vida rapidamente se encarrega de nos demonstrar que estamos enganados.
Já mais raro é isso acontecer com o prolongamento das relações e se, mês após mês, semana após semana ou, dia a pós dia, se mantiver, então percebemos mesmo que não estamos enganados.
Se em vez de estarmos a falar de uma pessoa, estivermos a falar de um casal, mais difícil se torna a duração dessa boa relação mas, se lhe juntarmos filhos, então estamos a aumentar as probabilidades de qualquer incompatibilidade, agora se lhes adicionarmos, mais um, dois, dez ou vinte casais, então é quase impossível a durabilidade desse “estado de graça” entre as pessoas.
Bem, mas pode dar-se o caso de as pessoas não se verem muito, logo os focos de conflitos diminuírem. Porém, se entretanto constatarmos que esse grupo passou no último ano férias junto, fora do país inclusive e que se reúne nos aniversários dos filhos, primeiro, depois nos próprios aniversários dos Pais e depois passou a reunir-se nas festas do colégio e que quando já não havia mais “desculpas oficiais” para se juntar, optou por, pura e simplesmente ir jantar junto, então já nem há comentário possível.
Mas este fim-de-semana atingiu o máximo: COMEMOROU UM ANO SOBRE UM ATAQUE CARDÍACO. Dito assim desta forma é quase mórbido. Aliás, o Sr. que estava a fazer a picanha disse-me isso mesmo em jeito de gozo e de incredulidade máxima. “oh cara, estão mesmo a comemorar um ano sobre um ataque cardíaco?”. “Sim, cara, estávamos mesmo a comemorar um ano sobre um ataque cardíaco”, foi o que respondi, mas mais, estávamos a comemorar um ano em que o nosso amigo Armando Serra Coelho foi vítima da maior das ironias: teve um ataque cardíaco em pleno congresso de médicos cardiologistas, na Grécia. E teve-o mesmo. Mas correu tudo bem e, todos tivemos o nosso Armando de volta e, assim , todos pensámos em ter uma oportunidade de comemorar.
Sim, porque o Armando e o seu espaço, “O Mandu´s bar” é o nosso local de culto, onde de tempos a tempos nos juntamos.
Sim, porque comemorámos, não apenas isso, mas a amizade, a cumplicidade, a forma “desempoeirada” como tanta gente com semanas e semanas de trabalho duro, de muita responsabilidade, despe a farda de trabalho, manda a gravata para a gaveta e volta a ter 20 anos, volta a brincar, dançar ou conversar.

Sábado, quisemos comemorar tudo isso, associando-nos à alegria de termos o armando de volta e, qual qualquer reunião da CGTP ou de uma qualquer Seita menos própria ocupámos uma Rua e todos com a nossa t-shirt igaul com uma mensagem para o Armando marchámos em direcção ao “Mandu´s Bar”(ver fotos).
Lá dentro numa festa das 4 às 4, ou seja das 16h às 4 da manhã, houve de tudo: boa música, muito boa disposição, ambiente seleccionado, comida e bebida a rodos, sobretudo aquela picanha e caipirinha divina, mas desta vez tivemos direito a um fantástico espectáculo proporcionado pelo António e pelo Fernando, animação a cargo do Jorge Mourato (esse mesmo, o actor/entreteiner que todos nós conhecemos) que nos fez animação e ainda fez de disc-jockey, para além de nos presentear com a sua simpatia ainda nos trouxe a bonita e simpática Sara. Até um espectáculo de capoeira houve.
Foi uma festa inesquecível, que ficará para sempre nas nossas memórias, pois juntar 100 pessoas numa causa como esta, não está ao alcance de qualquer um: Mas está ao alcance do Armando que, mesmo sem saber juntou com ele 3 gerações de pessoas.





Obrigado Armando, mas pedimos-lhe: se quer mesmo uma nova festa, arranje um outro motivo para nos juntarmos todos, em vez de nos pregar sustos como o que nos pregou há um ano.



8 comentários:

Anónimo disse...

Paulo
Ter amigos faz mesmo muito bem ao coração! É com esse coração, cheio de alegria por termos amigos como vocês, que vos agradecemos todo o carinho que nos deram, especialmente ao "enfartado" :):). A ti Parabéns, mais uma vez, pela facilidade com transmites para o papel os teus sentimentos.
Obrigado a todos
Mamela e Armando

Pati disse...

Não imaginam como vos invejo por não ter estado presente a festa toda...
No entanto,estive em espírito e ao ler toda a descrição da festa sei perfeitamente o que lá se viveu!
Não posso deixar de ficar feliz com todas as provas de amizade manifestadas para com a minha família.
Espero um dia, quando tiver a vossa idade (:p) me poder gabar do mesmo :)
Um grande beijinho para todos!
Patricia

Anónimo disse...

Dr. Paulo Edson mais uma vez venho dar-lhe os parabéns pela forma como consegue falar de qualquer assunto com a mesma elegância. Quer quando fala dos dos seus amigos, quer quando se atira à Câmara, faz de tal forma que todos compreendemos.
Adorava conhecer esse "Manudu´s Bar" e ir às festas de que tão bem fala aqui.
Carla

Anónimo disse...

Fiquei muito feliz de ter participado nesta festa para o meu irmão, costumo ser um pouco ausente fisicamente porque sou mesmo assim! é mesmo feitio, mas tenho um genezinho que eu , o Armando e o meu Pai partilhamos e cada vez mais olho para o meu irmão e admiro a sua pessoa, a sua capacidade de estar na vida e identifico me com ele em muita coisa (a única diferença é que eu posso fazer o que me dá na gana e ele tem responsabilidades!) Não sou de grandes conversas deste tipo mas não queria deixar de felicitar todos os amigos que rodeiam o meu irmão e a minha cunhada linda e as minhas sobrinhas mais lindas do Mundo. Um bem haja para todos e obrigada por fazerem o meu irmão tão feliz...

Cristina Serra Coelho

Anónimo disse...

Assim se vê o que o PSD faz nas Câmaras que governa:
Contandores
Águas de Cascais cobram indevidamente por aparelhos roubados, DECO
A empresa Águas de Cascais está a cobrar indevidamente despesas com contadores aos municípios a quem foram roubados estes aparelhos de medição, de acordo com uma apreciação jurídica pedida pela Lusa à associação de defesa de consumidor Deco


A empresa Águas de Cascais cobra 107,24 euros, mais IVA, pela substituição de um contador roubado, dividido em duas parcelas identificadas como «contadores roubados», no valor de 69,86 euros e «colocação/retirada contador», no valor de 37,38 euros.

De acordo com a jurista da Deco Rita Pinho Rodrigues, estes pagamentos «não fazem sentido» e foram «cobrados indevidamente», porque o cliente é «alheio ao roubo».

A jurista explicou à Lusa que os contadores são propriedade da Águas de Cascais e é a esta empresa que compete garantir a sua guarda e manutenção, desde que colocados no exterior dos edifícios.

«O meio de medição [contador] é da propriedade deles [Águas de Cascais] e têm de ser eles a cobrir o risco, porque não há da parte do consumidor um especial dever de vigilância ou obrigação em acautelar esse tipo de situações [roubo]», explicou a mesma jurista.

Adiantou ainda que os munícipes a quem foi roubado o contador nem sequer podem apresentar queixa à polícia, uma vez que o aparelho não lhes pertence.

Em esclarecimentos prestados à Lusa, a empresa contesta, afirmando que os contadores estão «à guarda e protecção» dos clientes, embora sejam de sua propriedade.

Rita Pinho Rodrigues referiu que a Águas de Cascais está a lidar com estas situações de roubo como se de novos contratos se tratassem, o que «não é correcto».

«Quando uma pessoa vai habitar uma casa pela primeira vez é pedido um novo contrato. Nessa situação são cobradas despesas contratuais e de deslocação para a ligação. É essa a postura que estão a ter com base num contador roubado», especificou.

«A Águas de Cascais não pode ter com o consumidor o mesmo tipo de relação que tem com novos contratos ou com alterações de contratos» adiantou.

Nos esclarecimentos prestados à Lusa, a Águas de Cascais diz que é cobrada a colocação de contador na «activação de um novo contrato (…) onde não há contadores instalados, mas também em casos onde, apesar de existir um contrato em vigor, se verifica que o contador foi furtado».

Outra explicação evidenciada pela jurista da Deco para a postura da Águas de Cascais é a empresa estar a lidar com a situação como se de um «contrato de depósito se tratasse», o que «não faz sentido».

A Águas de Cascais admite que são frequentes as situações de roubo de contadores no concelho, embora a empresa negue que sejam diárias.

Deveria ser este roubo que queriam vir fazer no Seixal!!!

Anónimo disse...

Não posso deixar de fazer um comentário á festa fantástica com pessoas de muito "boa onda"ambiente descontraído e cool,música fixe ,e agradecer aos nossos amigos Manela e Armando que são os melhores anfitriões.
Um abraço a todos
António Lopes

Anónimo disse...

É verdade... e eu saí do Mandu's Bar com o coração ainda mais saudável, por ter estado com um casal amigo que é uma prova viva de amor, companheirismo e simpatia e por ter feito novas amizades na casa deles!Já para não falar de ter posto a malta a abanar o esqueleto...
Um abraço,
Jorge Mourato

Ao anonimo que fala de roubo de contadores disse...

Os donos dos contadores deviam ter o contador fechado,com visor para se poder fazer a leitura. Pois uma pessoa aluga o contador e como tal fica responsavel por ele. É como o aluguer de um carro ou de uma casa.A pessoa se não quiser correr riscos de roubo faz um seguro.