quarta-feira, julho 02, 2008

Silly-Season Texto integral "Comércio do Seixal e de Sesimbra"

Hoje, aproveitando o mesmo post onde lancei o tema e vos pedi um comentário, deixo-vos com o texto integral publicado no "Comércio do Seixal e de Sesimbra" e distribuído nessaes dois concelhos.
"Caros amigos, com o aproximar das férias de verão, alguns de vós porventura já nos estarão a ler na praia, esplanada ou no sofá, o tema da semana é precisamente a chamada "Silly Season", ou seja a época, assim denominada pelos tablóides Ingleses, em que a própria política não produz notícias interessantes e, em alternativa, vão-se desenterrar muitos assuntos dos armários.
Por cá, entre a eleição de um novo rosto da oposição, o novo Código do trabalho em fase de aprovação pelos parceiros sociais (à excepção da CGTP), às greves, descida do IVA (1%) e à realização de uma Assembleia Municipal para a semana, aos poucos, também aqui vamos entrando de férias (pelo menos políticas).
Como sempre, pode comentar até quinta-feira, para efeitos de publicação.
Em Portugal embora o calor que se preveja como o mais forte de sempre, permita antever coisas menos positivas, como sejam os incêndios, seca, mortes derivadas pela temperatura, sobretudo de idosos, procura desenfreada de ares condicionados e afins, a verdade é que este verão promete, antes de mais, ficar recordado como um triste verão em que os Portugueses não têm dinheiro para extravagâncias, com mais uma subida das taxas de juro (real) e uma anunciada pelo Banco Central Europeu, para controlar o défice, enquanto que os preços dos alimentos continuam a bater recordes e a gasolina, diesel, gás, esses então estão a ficar a preços altamente proibitivos.
Meus amigos, a situação está a atingir para muitas famílias um ponto de ruptura, que urge inverter, Os governos Europeus bem tentam, mas não apresentam qualquer espécie de plano de inversão da situação.
Quanto ao Governo Português em particular, penso que a população já pouco mais pode esperar de quem, com o frigorifico vazio fala em comprar caviar.
Sr. Eng.º Sócrates, os portugueses querem empregos, os tais 150.000 que prometeu, que baixe os impostos, em vez de subir o IVA como o fez e baixar menos do que subiu, querem um simplex mas não para ir à conservatória (ainda por cima não funciona) mas sim para poderem ir ao supermercado. Querem, não computadores, mas sim poder comprar carne, leite e pão.
Querem uma travessia sobre o Tejo, desde que resolva os seus problemas de trânsito, mas não querem o TGV apenas para servir os interesses Espanhóis (ainda por cima eles próprios já desistiram).
Quando tiverem tudo isso, então venham os TGV´s, algumas das auto-estradas, mais estádios de futebol e tudo o que se lembre para tentar ganhar as eleições."



Tem assim, o amigo leitor do jornal ou deste blogue e do "Rumo a Bombordo) do Vereador Samuel Cruz, a oportunidade de comentar livremente o que lhe apetecer, ou um dos assuntos que aqui deixei, podendo sugerir temas para serem discutidas na próxima Assembleia Municipal, à semelhança do que tem acontecido.

7 comentários:

Jorge Pieta disse...

Seria excelente abordar num próximo tema, a relação dos clubes/associações com a camara e vice-versa. A dependencia existente, os contratos, etc

Anónimo disse...

Silly Season ou lá o que isso é no Seixal é o ano todo. Se não for a oposição a apresentar propostas e a denunciar algumas coisas a Camara apenas sabe fazer propaganda lixando-se para o povo que diz ser defensor.
A si peço-lhe que nunca pare de denunciar o que acha que está mal mesmo que eles o ameacem ou persigam

Francisco disse...

Num País livre as ameaças não devem passar disso mesmo,deverão ser o limite.

Época de férias, é também época de balanço intercalar e, sinceramente, acho que o balanço do seu trabalho tem saldo positivo.

Continue com essa energia, com essa capacidade de trabalho e de denúncia de situações graves em defesa da justiça.

Marta disse...

Silly Season no Seixal é sinónimo de a Câmara Municipal tentar aprovar todas as coisas que entendem que de outra forma não conseguiriam, pelo menos sem muita oposição.
É normal vermos periodos de discissão publica precisamente nos meses de Julho e Agosto. Convém estarmos atentos para o que nos reservam estas férias.

Rui Belchior disse...

A Silly Season, pode de facto ser Silly, mas é sempre uma boa época para se fazer reflexões, balanços e análises mais aprofundadas, e eu queria aproveitar esta oportunidade para endereçar as minhas felicitações a todos aqueles que desinteressadamente combatem com ideias e convicções a “ditadura da maioria”, com uma resistência estóica, com um espírito de sacrifício que suscita a admiração de quem de perto tem assistido.
Só quem de facto acredita, só quem é movido por uma causa, um ideal, um projecto pode agir desta forma persistente, firme e inabalável.
Estou certo que, e apesar da época, não irá haver descansos ou intervalos na luta por um projecto politico mais adequado às necessidades de um concelho, que se quer moderno, e no caminho do progresso.
Estou ainda mais certo, que o caro Dr. Paulo Edson pela sua forma de estar e de ser, jamais se vergará a qualquer intimidação, perseguição, ou ameaça, pelo que podem as pessoas ficar descansadas que a oposição não deixará de apontar aquilo que não está bem ou certo, prosseguindo com o empenho de sempre a actividade politica, ainda que se esteja em plena Silly Season, e que o tempo convide a outras actividades.

Rui Belchior Pereira

Paulo Edson Cunha disse...

Apenas um agradecimento pelos comentários e uma referência: Começa a Silly-Season", mas nós não daremos tréguas.

Ponto Verde disse...

Silly Season vista do Seixal...Foguetório 1 de Janeiro...Foguetório 25 de Abril...Festas Pimba de Verão...Festa do Avante...Foguetorio de 31 de Bezembro,,,Todo na Silly-press num Boletim perto de si...