quarta-feira, fevereiro 25, 2009

Algumas Respostas

Conforme prometido, vou abordar algumas respostas do executivo aos temas que levei à A.M. Desta vez, conseguimos obter algumas respostas interessantes da parte do executivo.
Em primeiro lugar o QREN, finalmente uma resposta do Sr. presidente da Câmara Municipal. A segunda fase do concurso (ou será um novo concurso?) sobre os Bairros Críticos, o tal que perdemos por 2 minutos e que na Assembleia Municipal Extraordinária convocada pelos partidos da oposição, quase fui "linchado" publicamente por ter afirmado que não haveria uma segunda fase do concurso (pelo menos nos termos em que o Sr. Presidente da CM afirmava, pois em Setembro não havia nada previsto no Programa Operacional)
Passou-se Setembro.
Passou-se Outubro.
Passou-se Novembro.
passou-se Dezembro.
Passou-se Janeiro
Passou-se Fevereiro.
Quem tinha razão? e ainda não está marcada. Mas sei que vai haver. Não vai é haver como e quando nos foi garantido. E pensar que se não tivesse sido por incompetência deste executivo esse programa já estaria aprovado...
QUINTA DOS LÍRIOS: Por outro lado, ficámos a saber que a solução proposta pelo executivo, relativamente ao acesso à Quinta dos Lírios é a criação de uma rotunda na zona onde hoje são os semáforos no Fogueteiro.
Quem tinha razão? Como sempre disse, não estou munido de estudos técnicos, portanto não sei se é a melhor alternativa, mas seguramente é melhor que a actual, e que a anterior...
Proposta da abertura da Biblioteca Municipal à noite,( pelo menos em períodos de exames)? depois da agitação habitual por parte da bancada da CDU a cada proposta do PSD, desta vez, foi-nos garantido que estão a estudar o problema. Se o concretizarem será uma grande vitória da JSD, do PSD e do Executivo, que provará (uma vez na vida, que seja) que acolhe as boas ideias.
Ponte da Fraternidade: Pois...
Lá teremos o Miguel Martins a perguntar na próxima, e na próxima...como há eleições em Outubro, quem sabe?
Conclusão da alternativa à Nacional 10. Desta vez parece que é a sério. Mas a que custo? E os sobreiros??? Pois...
Edifícios da Câmara e restante comércio no centro do Seixal, que ficarão devolutos aquando da inauguração do novo edifício da câmara está tudo previsto. Não há motivos de preocupação. Pois...
Onde é que já ouvimos isso? estaremos cá para ver se é mesmo assim!
Uma boa notícia: conclusão da obra na ETAR do Talaminho e a estrada reabre em Abril. Nesta acreditei!
Questão dos contentores da AUGI dos Redondos:
Então é assim - Havia contentores públicos (os grandes), mas como a Associação Moradores decidiu comprar (o porquê terão de perguntar à direcção) contentores individuais, então a CM Seixal retirou os grandes e resolveu ajudar a Associação Moradores a entregá-los (entregou o primeiro lote de 700 e vai entregar em breve os outros 700).
Até aqui parece-me correcto o facto de a CMS ajudar logisticamente a colocar esses contentores.
Mas como existiram reclamações dos moradores, o Sr. Vereador do Ambiente e Serviços Urbanos, Carlos Mateus, entendeu por bem mandar uma carta a explicar a situação e a indicar o valor respectivo. Questionado se a dívida era devida à Câmara Municipal ou à Associação de Moradores, foi respondido que era à Associação. Daí ter perguntado, se a dívida é à Associação, porquê que a Câmara é que enviou a carta? O Sr. Vereador refugiou-se em múltiplas questões, mas nenhuma delas me convenceu. Entendo mesmo que se abre um perigoso precedente. A Câmara não se pode substituir às associações, grupos desportivos, etc, nas suas relações internas. O propósito até podia ser justo, não o nego (mas também não o digo que é), no entanto, quem decide isso? Os vereadores?
A única verdade é que há uma dívida dos associados à associação e essa dívida só pode ser cobrada pela associação e, se ela entender que tem legitimidade, que coloque em tribunal quem não pagou. Quem não pagou, tem toda legitimidade (mas no local próprio) para impugnar essa dívida. nem a Câmara se deve substituir à associação, nem ninguém deve confundir essa dívida com o resto.
Uma outra questão ficou por esclarecer: se é verdade que a associação decidiu comprar contentores individuais, ainda assim não deveria continuar a ser da responsabilidade da Câmara municipal manter os contentores grandes? nem que fossem menos. Deixo apenas a questão no ar.
Comentando estes temas, estarão a comentar para o jornal "Comércio do Seixal e Sesimbra" e podem fazê-lo igualmente no "Rumo a Bombordo" do Vereador Samuel Cruz (Aqui).

19 comentários:

Anónimo disse...

pois mas já se paga os contentores na factura da agua.

http://rumoabombordo.blogspot.com/2009/01/os-moradores-dos-redondos-sao.html

Anónimo disse...

As rotundas são as respostas "terceiro mundistas" aos problemas de trânsito. Retirar prioridade a uma Estrada Nacional, conferindo a mesma importancia a qq outra estrada traduz o relativizar de importancia de transitar numa EN. No Seixal e distrito de Setúbal estamos habituados a isso.
Um exemplo disto tem sido o avolumar do volume de trânsito na A2 em direcção ao Sul/Setúbal, em virtude da criação de diversas de rotundas na EN10 entre fogueteiro e Setúbal, o que faz com que esse trajecto demore mais de uma hora a ser feito.
Mais uma oportunidade da CM do Seixal colocar um elemento "escultório" de 50mil euros, na rotunda.

Anónimo disse...

A propósito dos monocontentores, parafraseando, o actual presidente da junta de Fernão Ferro, "Se os moradores dos Redondos já pagaram tanto nos processos...o que são mais 30 Euros?"

T. Pereira disse...

No semanário Expresso deste fim-de-semana cuja edição data de 21 de Fevereiro, vem na página 12 sobre a epígrafe “CASO UGT – Torres Couto processa Estado português”, da autoria da jornalista Dulce Salzedas uma máxima que convêm um soldado determinado levar e ter sempre em conta, quando da sua incorporação no campo de batalha, máxima que tomo a liberdade de transcrever.
“ De resto não conta com a ajuda de antigos “amigos”: “a solidariedade na política não existe. É zero. São aparelhos de sobrevivência onde as pessoas lutam pelos seus interesses, pela sua carreira e o afastamento de alguém é sempre uma oportunidade que se abre a outro”, disse.
Eis uma máxima inteligente.

Anónimo disse...

Acerca de uma foto sobre o parque das lagoas em Fernão Ferro, que o autor de outro blogue local colocou importa acrescentar:

A visão de futuro para este local passaria por uma série de infraestruturas de lazer:
- Pavilhão Multiusos
- Complexo desportivo que incluiria:
- campo de futebol 11 relvado
- piscina coberta
- pista tartan para atletismo

e finalmente um jardim de lazer.

Mas estas infraestruturas, com esta administração autarquica É completamente impossivel, por isso o nome do seu blogue "Vamos mudar esta terra" tem toda a propriedade.

O local que a foto indica teve um painel publicitário da Câmara vários anos a informar os moradores que ali seria construído um Pavailhão Desportivo que custaria aos cofres da Câmara cerca de 500 000 contos!!! Depois por incúria, quiçá falta de jeito e descrédito, meteram a viola no saco e retiraram o referido painel.

É assim que felizes e contentes vamos continuando a suportar as faltas de obras de vulto na nossa querida terra. A continuar assim nem nas próximas gerações as teremos, lamentavelmente!

Fazer os moradores dos Redondos pagar os contentores é uma pura aberração, quando os mesmos foram atribuídos gratuítamente a outros moradores de Fernão Ferro. Mas o que são 30 Euros???? Nada! segundo o actual presidente de Junta da CDU.

Por uma terra mais justa, é urgente mudar esta terra.

Anónimo disse...

-Pavilhão Multiusos
-Complexo Desportivo que incluíria:
-Campo de Futebol de 11
-Piscina coberta
-Pista de atletismo
e, finalmente, um Jardim de Lazer.

Isto tudo no espaço do Parque das Lagôas.
Só se fôsse para criar uma extensão em Fernão Ferro do parque temático do Portugal dos Pequeninos existente em Coimbra.

Mesmo assim, para o estacionamento automóvel teria que se demolir uma mão cheia de habitações.

Sem dúvida que estamos perante uma grande "visão" futurista e bem ponderada.

Felizmente nem com esta nem com qualquer outra administração autárquica isso será realizado naquele local.

Para bem do urbanismo e da qualidade de vida da população da chafarica.

Anónimo disse...

Anónimo do dia 26/2 das 12:06

estes são equipamentos que de certeza com esta gestão autárquica NUNCA os teremos neste e em qualquer outro local e se o senhor gosta de viver numa chafarica e se se identifica como tal como o reconhece eu e a maioria dos moradores NÃo e tudo vai ser feito para mudar radicalmente esta terra, terra onde existe pelos vistos muitos oponentes ao desenvolvimento e progresso.

Em Outubro a população de Fernão Ferro vai dar-lhe a devida resposta para bem do Urbanismo e da Qualidade de vida dos moradores de Fernão Ferro que deveriam merecer todo o nosso respeito! Não só porque escolheram esta terra para residir e por respeito às verbas exorbitantes que tiveram de pagar em infraestruturas para poderem viver com alguma dignidade.

Anónimo disse...

O seu a seu dono:

"Ganhe quem ganhar nas próximas eleições podem contar que esta chafarica continua".
Autor:

Blog
"Vamos mudar esta Terra"

Anónimo disse...

Este anónimo tem toda a razão, equipamentos dessa natureza, é concerteza uma grande pena não os possuirmos! Os nossos jovens têm de ir para fora da freguesia para praticar desporto!!! Também concordo que se em 35 anos de domínio CDU não os conseguimos, concerteza que também os não teremos nos anos mais próximos. A tê-los muita coisa teria de mudar na Freguesia!

No entanto, como morador atento, estou muito mais preocupado com as ruas com buracos que proliferam na freguesia e as milhares de pessoas que não têm saneamento básico, nem água, nem electricidade. Vejam o que se passa no Pinhal do General, Fernão Ferro de baixo, Lobateira, etc. Já para não falar da segurança (ou insegurança) e criminalidade. Estas sim deveriam ser as principais rubricas de preocupação a considerar por esta ou qualquer outra liderança em Fernão Ferro.

Anónimo disse...

O leitor T.Pereira ao revelar este depoimento do Socialista Torres Couto vem mostrar a realidade do PS.
E nós ainda vamos votar neles?

Maria Dias disse...

Ao longo de vários anos tenho me apercebido que este Executivo tem por hábito não aceitar propostas de ninguêm e o pouco que lá vão fazendo de livre e espontânea vontade é apenas aquilo que dá nas vistas, e mesmo assim é feito sempre o mais perto possível das eleições, para depois servir como mote de campanha politica, como convém.
Perto das eleições é um regalo para os olhos velos tão atarefados, são autênticas formiguinhas.
Aos sábados então nem se fala.
Depois é o estagnar, o deixa andar até às próximas eleições.
Disso são exemplos o acesso à Quinta dos Lírios e a Ponte da Fraternidade, que como diz o povo tão sabiamente: de manhã em manhã perde o carneiro a lã.
ou seja; há anos que se houve falar deles, mas é só isso mesmo, falar, falar....
No entanto, com um bocado de boa vontade e porque até é ano de eleições, quem sabe se estes e outros assuntos não terão um final feliz?

Anónimo disse...

Sr. Vereador pode me explicar quem é realmente o senhor Barbosa!

Anónimo disse...

Pegando na ideia de um anónimo:
"
Dr Paulo Edson se me permite, lanço aqui um desafio. O que faz falta na Freguesia de Fernão Ferro?
Eu começo:
1- Pavilhão Gimnodesportivo
2- Posto dos CTT
3- Escola básica em cada bairro
4- Cemitério
5- Quartel de Bombeiros
6- Sede de Junta de freguesia
7- Apoio à 3ªidade
8- Apoio aos jovens
9- Apoio aos empresários
10- Segurança rodoviária
11- Ruas asfaltadas
12- Saneamento básico
13-
.....

aceitam-se sugestões.

Ainda nos falta muito para sermos uma freguesia de qualidade de vida!!!

"

Quem acrescenta a lista iniciada por aquele bloguer?

Pensar o Seixal no Século XXI disse...

Sai fora de tema, mas não consegui deixar de comentar no blogue Pensar o Seixal no Século XXI, o artigo de opinião do Dr. Paulo Silva no último Jornal do Seixal sobre os candidatos da oposição.

Cumprimentos,
Filipe de Arede Nunes

Anónimo disse...

Excelente e mordaz. Vejam também http://pensarseixal.wordpress.com/2009/02/27/o-desespero/

Anónimo disse...

Mais uma sugestão, faz falta matar a fome aos pobres da freguesia que hoje são muitos.

Anónimo disse...

acrescentando a lista
13- Casa do Benfica
14- Casa do Sporting
15- Casa do Porto
16- Marisqueira
17- Piscinas
18- Boates
19- Casino
20- ...
Para o povo esquecer as tristezas.

Anónimo disse...

Ao anónimo do dia 28/2 das 7:58 gostaria de o lembrar que a época do Carnaval já terminou. Estamos a falar de coisas sérias, seriedade que pelos vistos não existe no seu vocabulário.

João Carlos disse...

Ao pesquisar no Google, acho que descobri uma raridade. Deve ser das poucas vezes, senão a unica, em que o Paulo Silva assinou com o proprio nome e nao com Joao Afonso: http://rveblog.blogspot.com/2009/01/cduseixal-vs-en10.html