quarta-feira, outubro 01, 2008

Tema da Semana Jornal "Comercio...." - Abuso de Posição Dominante

Volto ao tema, pela sua importância, pela necessidade das pessoas saberem o que este executivo, ou a maioria que o legitima faz com o nosso dinheiro.
Para as pessoas saberem como se baralham os munícipes com moções emanadas da Assembleia Municipal, órgão isento e plural, quando, no fundo, trata-se de uma posição política (essa legítima) de um único partido: A CDU.
O texto para comentar é o seguinte:
Imagine o amigo leitor que em plena Assembleia da República, um partido da oposição, ou todos, se quisermos ser mais precisos, criticam a intervenção do Governo, apontando-lhe diversa falha.
Deixo à imaginação do leitor a falha que lhe apetecer apontar (certamente não faltarão muitas).
Agora imagine que a bancada da maioria no parlamento (o PS, como todos sabemos) indignada com a ousadia da oposição de denunciar, ou simplesmente questionar sobre essa matéria resolve apontar todas as obras, realizações, acções, ou o que quisermos, que o Governo fez nessa matéria.
Até aqui tudo legítimo, dir-me-ão vocês. Sim, responderei eu. A oposição cumpre o seu papel, melhor, ou pior, conforme a avaliação de cada um e, o executivo e o partido que o suporta no parlamento, cumprem o seu.
Aqui já tenho uma opinião ligeiramente diferente. Entendo que, embora deva haver solidariedade partidária, identificados com os próprios programas eleitorais e partidários, um parlamentar é um parlamentar, com uma função legislativa e fiscalizadora da actividade do órgão executivo e o órgão executivo é um órgão autónomo.
Imaginem agora que essa bancada (a do PS no nosso exemplo) decide fazer uma moção a defender as obras do “seu” Governo. Dir-me-ão que não há problema, e eu, mesmo com a ressalva do que disse anteriormente, concordo.
Agora imaginem que nessa moção a bancada do PS na A.R. resolve aplaudir todas as obras do Governo e, como tem a maioria no parlamento, decide que essas moções devem ser publicadas em todos os jornais nacionais, e alguns locais e que deverão ser pagos. Com o dinheiro de todos os contribuintes.
Sim, percebeu bem, não se trata de uma Moção ou Nota de Imprensa, paga e da responsabilidade do partido do Governo. Trata-se sim de uma moção da sua responsabilidade, mas com a falsa chancela da A.R., ou seja de todos os deputados, mesmo os que votaram contra.
Dir-me-ão que vivemos numa democracia e o voto da maioria é legítimo. Será assim para todas as situações? E se em vez de eles quererem publicar o trabalho do seu Governo decidem colocar à votação e posterior publicação que os partidos da oposição são incompetentes, ou outra coisa qualquer? Aí já não vigora o princípio das maiorias, que legitima tudo?
Pois meus caros, se a situação descrita acontecesse na A.R. haveria certamente uma guerra enorme sobre o assunto e o P.M. não ficaria certamente bem visto.
Felizmente que das muitas coisas que este Governo e a sua maioria parlamentar se têm lembrado de mal, nunca se tenham lembrado de nada do género. E não se lembraram porque isso seria um abuso inqualificável!
O curioso é que eles não se lembraram, mas a bancada da CDU/PCP na Assembleia Municipal do Seixal lembrou-se exactamente de fazer isto e se o amigo leitor tiver a paciência de procurar neste jornal, ou noutro local certamente que lá encontrará a dita moção, em género de anúncio. Sabe quanto custou? Deu autorização? Pagou? Há última pergunta respondo por si. Sim, pagou! Pagámos todos. Este é o conceito de democracia tão apregoado por esta CDU.

13 comentários:

Anónimo disse...

O Paulo Cunha demonstra aqui toda a raiva de quem "foi à lã e saiu tosquiado". Com efeito no final do debate na Assembleia Municipal, e depois de todas as explicações que lhe foram dadas, e bem quer pela Câmara Municipal quer pela bancada da CDU, o Paulo Cunha ficou calado porque já não tinha argumentos... Mais foi confrangedor ver que o Paulo Cunha não tinha sequer visto qual o regulamento do QREN, nomeadamente das 3 fases do concurso, ou que a comparticipação comunitária era de apenas 50%... Mas pront como diz o meu camarada Paulo Silva esta é a triste oposição que temos, uma oposição que não sabe do que fala, e que não tem projecto para o Seixal!!!

Rui Belchior Pereira disse...

O que é triste é o "camarada" não assumir a sua identidade,não assinado estes comentários de pura propaganda vazia e sobretudo barata, todavia é evidente a sua cor, e o que espanta é que agora fazem fila para vir aos blogues da "triste oposição" responder com as mais lamentaveis atoardas e comentários demagogos.
Talvez a oposição afinal não seja assim tão triste e já esteja finalmente a incomodar.
Mais, é um verdadeiro hino à covardia não assinar os comentários, mas é pior ainda querer branquear com produtos de cosmética barata a triste realidade da politica da incopetência e da demagogia, contudo não estou espantado e até compreendo os "camaradas anónimos", 30 e tal anos na cadeira do poder, dá para ficar assim... a pensar que são invenciveis e imaculados e que fazem tudo bem...pior que não comentem erros....mas muito pior ainda, que se podem dar ao luxo de não os admitir...e já agora está a vista o projecto da CDU para o Concelho...está a vista.

Rui B.Pereira

Olga Silva disse...

Meu caro anónimo, devo-lhe dizer que quem está com raiva, se me permite, é o senhor!!! Não deve ter estado na mesma Assembleia Municipal e vem para aqui fazer contra-informação como já é hábito de V.as Ex.ªs...
Para quem esteve na Assembleia Municipal Extraordinária sabe que a contra-informação tentada pela CDU/PCP não é verdade, nomeadamente a questão do PSD, na voz do Paulo Cunha ter saído de lá tosquiado!!! Quem saiu tosquiado foi o Executivo Camarário!!! Toda a oposição fez muito bem o seu papel e puxou as orelhas ao Executivo!!!
Foi também notória, para quem esteve presente, a tentativa de articulação entre o executivo e alguns membros da AM, nomeadamente o seu camarada Paulo Silva... mas foi completamente furada... e os argumentos apresentados por mais sentimentalista, não colaram... não haverá ainda outra justificação???
Não saberá o seu camarada de mais alguma informação e tentou mandar areia para toda a oposição?
Permita-me dizer-lhe ainda, que triste é o Executivo Camarário por enganar toda a população e por não respeitar quem votou na CDU/PCP, assim como, não respeita o Orgão Fiscalizador do Executivo e nesta questão foi notória... e muito bem a oposição não deixou passar!
Quanto ao(s) anónimo(s) que faz(em) contra-informação só tenho um recado a dar: Se quer(em) fazer POLITICA SÉRIA, não se esconda(m )atrás de anonimato(s) e dê(em) a cara!!! Porque este tipo de atitude é de quem NÃO FAZ Política Séria e de quem não diz a verdade!!!
Por mais mentiras ou contra-informação que possa(m) dizer, a verdade vem sempre à superfície!!! E quanto mais nervoso(s) e incomodado(s) melhor, significa que o PSD está a trabalhar bem e em nome da população!...
Força Paulo! Continua a fazer o Excelente trabalho que tens feito até agora!!!!

Sousa disse...

Que escândalo!

Absolutismo puro!

Usam e abusam do dinheiro de todos nós.

Ainda ousam vir aqui deixar comentários desta natureza, esfarrapados.

Situações destas têm mesmo que ser denunciadas.

Rita disse...

Vi este comentário num post deste blog, porque o acho fantástico e na perfeição adapatado a esta realidade, tomei a liberdade de o transcrever, as minhas desculpas ao ilustre autor.

"O Lessing era um poeta e dizia:
"Lê, estuda e medita,não te deixes avassalar pela preguiça, o trabalho é o nosso melhor companheiro".
Senhor presidente da CPS,se parar na defesa irá sofrer golos consecutivos, pelo que forme equipa que defenda bem, crie a jogada e marque muitos, e assim a vitória aproxima-se num curto espaço de tempo.
A interpretação ao exposto certamente que deixará muitas cabeças a pensar.....
Um grande abraço,"

Continue em campo Dr. Cunha

Rita

hkt disse...

As estratégias de comunicação a que o PCP tradicionalmente recorre para assegurar o controlo da informação no concelho de Seixal têm-se revelado insuficientes face a novas realidades emergentes (novos órgãos de comunicação social, blogs...). Já aqui escrevi que considero que o PCP está à beira de um ataque de nervos, por isso, não hesita em utilizar a CMS e os dinheiros públicos para manobras propagandísticas que favorecem os seus interesses eleitorais. Não há nada de novo ou de surpreendente nisto. Infelizmente, a população do Seixal tem sido presa fácil de uma máquina de propaganda bem óleada. O Boletim Municipal é apenas um dos tentáculos dessa máquina...
Penso, aliás, que a oposição ao mostrar que pode trabalhar em grupo, em nome dos interesses da população do Seixal, estremeceu as bases do poder instituído.
O anómino comentador deste e de outros blogs é o espelho vivo da preocupação ... mas, além disso, a escolha da expressão "... saiu tosquiado" reflecte o espiríto anti-democrático e clientelar daqueles que se consideram sempre, sempre acima de qualquer crítica e para os quais a humilhação é uma forma de "ganhar em democracia". O "só nós é que sabemos" é, um tique capaz de justificar todas as autocracias e todas as prepotências pois, é antes de mais nada uma tentativa de se eximir ao controlo democrático.
Dr. Paulo Cunha, o facto de o PCP estar em estado de alerta, significa que, a oposição no Seixal está a trabalhar bem!

Vasco Pereira disse...

Boa tarde meus caros,

Dados os ataques que estão a ser praticados neste e outros blog´s ao Paulo Cunha por parte do PCP/CDU, demonstra bem o quanto incomodado se tem vindo a sentir o PCP no nosso concelho perante os factos ocorridos recentemente, sendo um bom indicador do bom trabalho do PSD e oposição, como tal, acho completamente inaceitável que "anónimos" venham mais uma vez tentar criar entropias e deturpar informações, anónimos, que como já aqui foi dito, escondem-se atrás de uma palavra, fazendo política de baixo nível, e isso está explicito quando o Paulo escreve sobre um assunto de grande pertinência e de extrema importância e o "camarada" simplesmente digna-se de escrever algo denegridor e descontextualizado.

Faço outro reparo, "Raiva" ??? "foi à lã e saiu tosquiado"???, "triste oposição"???, penso que palavras como estas são muito fortes para se escrever de animo leve, não Sr. anónimo? penso que o respeito por outrem deverá ser mantido independentemente de que gostemos ou não, e muito menos quando a resposta nada tem a ver com o post do Paulo Cunha.

Termino por dizer, continuem a escrever demagogias demonstrando assim o tipo de política a que está habituado o PCP a fazer. Vamos dar continuidade ao EXCELENTE trabalho que tens vindo a fazer Paulo.

Vasco Pereira disse...

Boa tarde meus caros,

Dados os ataques que estão a ser praticados neste e outros blog´s ao Paulo Cunha por parte do PCP/CDU, demonstra bem o quanto incomodado se tem vindo a sentir o PCP no nosso concelho perante os factos ocorridos recentemente, sendo um bom indicador do bom trabalho do PSD e oposição, como tal, acho completamente inaceitável que "anónimos" venham mais uma vez tentar criar entropias e deturpar informações, anónimos, que como já aqui foi dito, escondem-se atrás de uma palavra, fazendo política de baixo nível, e isso está explicito quando o Paulo escreve sobre um assunto de grande pertinência e de extrema importância e o "camarada" simplesmente digna-se de escrever algo denegridor e descontextualizado.

Faço outro reparo, "Raiva" ??? "foi à lã e saiu tosquiado"???, "triste oposição"???, penso que palavras como estas são muito fortes para se escrever de animo leve, não Sr. anónimo? penso que o respeito por outrem deverá ser mantido independentemente de que gostemos ou não, e muito menos quando a resposta nada tem a ver com o post do Paulo Cunha.

Termino por dizer, continuem a escrever demagogias demonstrando assim o tipo de política a que está habituado o PCP a fazer. Vamos dar continuidade ao EXCELENTE trabalho que tens vindo a fazer Paulo.

António disse...

Exmo Senhor Dr Paulo Cunha,

Não sei se , com o titulo, quis fazer uma analogia entre a Assembleia Municipal e uma empresa , na justa medida em que se trata de um conceito das relações comerciais sejam estas entre particulares ou entre entidades publicas e privadas , mas sempre com o objecto comercial como norteio da definição. Se foi essa a intençao - a analogia - quero dizer-lhe que não o acompanho porquanto ainda distingo as esferas do poder politico e das relações entre empresas .

Se quis dizer abuso de poder , significa que entende que foi esse o caso ( não significa que eu o entenda nesses termos ) e enquanto membro do orgão não reagiu adequadamente , o que não se deixa de registar .

Quando se exerce funçoes publicas de eleição não devemos ficar pelas insinuações.

Daniel Geraldes disse...

Eu acho que se devia demitir o vereador Joaquim Santos e para isso eu não me importava de pagar do meu bolso, afinal de contas era um serviço publico.

Victor Costa disse...

Vergonhosa esta gestão.
Não têm limites. Pelo que se tem visto para estes senhores vale tudo. Que politica é esta? Não se enquadra em qualquer pensamento politico. Isto é o cumulo da indecência, do desrespeito por quem os elegeu, do desrespeito pelos cidadãos.

Elisabete disse...

Não posso deixar de repetir o que tem sido dito, em relação ao “ Sr. Anónimo” que já sabemos é “camarada” dos membros da Assembleia Municipal, como outra coisa não havia de se esperar. Para mim o “atraso” não é assim tão leve como nos querem fazer parecer os nossos “ camaradas anónimos”. Sim porque estamos a falar e tenho que citar o senhor anónimo “não tinha sequer visto qual o regulamento do QREN, nomeadamente das 3 fases do concurso, ou que a comparticipação comunitária era de apenas 50%...” o que interessa para os cidadãos concorremos numa primeira fase se temos outras, calma munícipes, sem stress que isso dá cabo do coração.
A verdade é que esta situação é incomoda para quem vive neste concelho, e coloca em causa a competência do executivo camarário.
Agora aqui defendo o Sr. Paulo Cunha pelo seu trabalho no concelho do seixal, e pelo incomodo que tem feito aos “ camaradas anónimos” deixamos de viver num concelho escuro, passamos a ter alguém que denuncia todas as situações, e que tem a coragem de dar a cara, e não vem para blogs acusar, e tentar humilhar homens que tem força de vontade de mudar.
Sr. Anónimo se quiser continuar a falar mal, tenha coragem de assinar o seu nome, até pelo que já li neste blog o seu partido já não ando muito “feliz” com o seu anonimato.

Elisabete

Davide Ferreira disse...

É inaceitavel que o PCP use o dinheiro de todos os contribuintes para fazer propaganda politica.

Esta medida vai muito mais além do Boletim Municipal que já em si contem mais propaganda que informação.

Isso vai além dos limites de decência num Estado Democratico de Direito e deve ser denunciado sem hesitação.

O dinheiro da autarquia é proveniente, como o Paulo Edson disse e muito bem, dos bolsos de cada um de nós. Esta atitude por parte do PCP é sem sombra de dúvidas um abuso do poder que detêm.