sexta-feira, outubro 17, 2008

Custos de um Tresvario

Respondendo ao requerimento apresentado pelo Grupo Municipal do PSD na A.M. (Aqui), onde se solicitava o montante e o local onde tinham sido publicados os anúncios relativos à deliberação aprovada pelos membros eleitos da CDU, na Sessão Extraordinária de 24 de Setembro de 2008, o Sr. Presidente da Assembleia Municipal remeteu aos membros da Assembleia Municipal, a tabela (abaixo).
Fica a faltar saber de que rubrica orçamental saíram estes montantes, mas certamente esses elementos ser-nos-ão fornecidos na próxima Assembleia Municipal.
Eis os números:
c/ IVA
Comércio do Seixal-------------92,00 €------110,40 €
Jornal do Seixal1--------------150,00€------180,00 €
Sem Mais---------------------292,00 €------350,40 €
Diário de Notícias -------------705,00 €----- 846,00 €
Público------------------------450,00 €-----540,00 €
Correio da Manhã-------------880,00 €----1.056,00 €
Destak------------------------562,87 €-------675,44 €
Metro Global Notícias--------740,00 €------888,00 €
Total ------------------------3.871,87 ---- 4.646,24 €

No Dia Internacional da Erradicação da Pobreza, com tão elevado índice de pobreza no Seixal, custa-me tanto, ver deitar dinheiro (quase 5.000 €) à rua desta forma...



33 comentários:

Ponto Verde disse...

Quase novecentos contos dos antigos davam para alimentar muita gente.
Um conselho para o concelho, para a próxima promovam num blogue , daqueles que têm mais leitura e alcance que a maioria dos jornais mencionados , por exemplo o Romo a Bombordo , o a-sul , ou este Revolta das Laranjas que gratuítamente permite este comentário.
Claro que se sujeita a comentários menos abonatórios do sentir so Povo contra o desvario que vai pelos Paços so Concelho, mas poderiam aplicar o dinheiro de outra forma.
Ah e relembro que foram mais de 1200 contos (dos antigos ) para aqueles miúdos repintarem mais uma vez o muro da Mundet.

Anónimo disse...

Só uma questão, que se prende com um post do blog da Aldeia de Paio Pires. É verdade que o PSD aprovou uma moção com um texto como aquele publicado por esse referido blog?

Paulo Edson Cunha disse...

Ao anónimo:
Sim, de facto votámos a favor da referida Moção, pois o que está em causa nessa Moção, muito mais do que os seus considerandos, é a sua deliberação, tudo no superior interesse da população do Seixal.

Uma observação a propósito desse tema: A postura do PSD Seixal relativamente a esta matéria tem-se pautado pela condenação da atitude da Câmara, quando em plena campanha fez passar uma obra como sua, quando na verdade (vê-se, ou comprova-se agora) não o é.

Por outro lado, não nos devemos esquecer que foi o abate ilegal dos sobreiros que provocou toda esta situação.

Cumprimentos.

Anónimo disse...

Mas, e peço desculpa pela insistência, replico que aquela moção branqueia o comportamento da CM do Seixal. É minha opinião, e fazendo fé nas suas anteriores afirmações, que o PSD não deveria ter votado favoravelmente tal moção.

Anónimo disse...

Nota: Um dos maiores jornais nacionais não vende mais de 7.500 jornais no concelho do Seixal.
1) E depois não admira que os jornais locais andem sempre a contar migalhas... e sempre com dificuldades. A diferença de valores é absurda. Entre os dois jornais do Seixal (agora são três), o Comércio c/20.000 e o Jornal do Seixal c/10.000, editam 30.000 exemplares que são efectivamente distribuídos. 290,40 euros / 30.000 leitores dá: 0,00096 euros por contacto, sendo que qualquer dos restantes mais que quintuplica em termos de valor versus venda ou distribuição, e nem sabemos onde está a publicidade da Câmara.

2) Esquecem-se alguns dos Blogger's que para se fazerem algumas comparações, estes dois jornais fazem 30.000 de distribuição e que por cada jornal distribuído se pode contar entre 3 a 5 contactos/leitores ou seja, são realizados entre 90.000 a 150.000 contactos... por semana.

3) Concordo em absoluto que a C.M.S. crie um blogue para colocar vários temas em discussão, e de uma maneira aberta, "sem stress", permita aos munícipes manifestarem a sua opinião.

4) Por fim, e depois de ter lido no Comércio de Seixal e Sesimbra desta semana a notícia que estão a prepararem-se para fazerem entrevista ao Presidente da Câmara Municipal do Seixal, acho que é uma oportunidade a não perder por todos os que aqui escrevem de fazerem a "tal pergunta" que de outro modo jamais poderá ter resposta.


Continuação de bom trabalho
Lia

Paulo Edson Cunha disse...

Caro anónimo, compreendo que pense exactamente isso.
Nós mesmos, aquando da apresentação da moção pensámos que se tratava de um claro branqueamento da situação, porém, temos de colocar os superiores interesses do concelho e da sua população, à frente de branqueamentos políticos ou simples armadilhas.
Acreditamos que a população do Seixal perceba que uma coisa é condenarmos o que a Câmara prometeu e disse que era da sua responsabilidade e, ou não cumpriu, ou nem sequer estava sob a sua alçada, e, por outro lado, aquilo que é pedido nesta moção, que, no fundo é o indispensável para desbloquear a situação. Votar contra ou abastermo-nos seria mais um trunfo para atrasar a resolução de um problema urgente para a nossa população, o que do nosso ponto de vista seria imperdoável.
Obrigado pelo seu cuidado.

Paulo Edson Cunha disse...

Nota: o comentário assinado por Lia, foi publicado por mim, na medida que me foi enviado por e-mail, pedi-lhe autorização para publicar, o que foi concedido.
Obrigado pela sua participação.
Penso que os jornais locais vão aproveitra o seu raciocínio.

Anónimo disse...

No superior interesse da populaçao ...

Então em 100 Milhoes de Euros de Orçamento anual ( 20 milhoes de CONTOS) só encontra ... 5 mil euros (mil CONTOS) de questões problemáticas ?!

Como já vai no tercerio ano de mandato são ... 300 Milhões de Euros e só detectou ... 5 mil euros que o revoltou ?

Então e o resto ?

Quantos requerimentos fez a perguntar sobre o Alto da verdizela , o Plano do Fogueteiro ; as admissões por avença que estão no Tribunal de Contas ; o novo edificio que foi um emprestimo dos Silvas e tantos outros casos .

Vejo , senhor doutor , deputado e presidente do PSD que só se interessa por casos pequeninos , só não concluo que seja assim no seu escritório de advocacia a acreditar pelo seu novo BMW , senão até pensaria que é o Advogado dos pobres cá do sitio.

Anónimo disse...

E por falar em custos... Quanto custou uma pagina de publicidade no Comércio do Seixal, ou será que o PS e o PSD não tem coragem de informar os contribuintes do custo que tiveram com paginas de publicidade? Ou será que tem medo de dizer quanto custou?

Anónimo disse...

O PS e o PSD não podem divulgar quanto custou uma página de publicidade no comércio do seixal, porquanto a mesma foi oferecida... e como os jornais não existem para oferecer publicidade aos partidos, ao revelarem esse facto demnstrava-se que o comércio do seixal é uma correia de transmissão do paulo cunha e do samuel

Vasco Pereira disse...

Caro sr. Anónimo (19 de Outubro de 2008 11:35)

Com o seu comentário, demostra mais uma vez a sua intenção de ir pela demagogia.

Por outro lado, e como se não basta-se, tece comentários como este:

" ... Vejo , senhor doutor , deputado e presidente do PSD que só se interessa por casos pequeninos , só não concluo que seja assim no seu escritório de advocacia a acreditar pelo seu novo BMW , senão até pensaria que é o Advogado dos pobres cá do sitio.".

Comentários destes são totalmente dispensados, dado que são de uma falta de ética e de desrespeito por outrem (Paulo Edson Cunha), de tamanho indescritível.

Tecer comentários sobre a vida profissional de outrem é muito feio, "misturar" e baralhar assuntos também.
Como leitor e utilizador deste blog, Peço-lhe encarecidamente que se modere.

Saudações.

Anónimo disse...

epá, só falta dizer que o jornal é do presidente da Câmara. Os comunas dizem que é do PSD, agora vêm a dizer que é do PS e do PSD, o que faltará?
Não me arranjam aí um trabalhinho no 'comércio', porque com tanto patrocínio, devem ganhar bem.
ó gente da minha terra!! lá lá lá

Marisa

Anónimo disse...

Já agora, uma questão ao sr. presidente? E não se fazem concursos para optar pelos mais baratos??
Ou são publicados os anúncios nos jornais apenas pelos lindos olhos dos seus directores?
Na lista apresentada, vemos uma enorme discrepância de valores, até entre os locais. Mas isso não significa que o mais barato tenha mais publicidade.
QUAL É ENTÃO O CRITÉRIO DE ATRIBUIÇÃO DE PUBLICIDADE??
Vou aproveitar que o mais barato está a colocar questões ao presidente e colocar esta mesma.
Não se pode andar a brincar com o dinheiro dos contribuintes!
Maria

Comércio do Seixal e Sesimbra disse...

Ao(s) Anónimo(s) 20 de Outubro de 2008 9:04
Esta é a forma mais "baixa" de tentar denegrir o trabalho executado pela equipa do «Comércio» que, lembro a todos, tem a colaborar directamente 6 elementos.
O jornal «Comércio do Seixal e Sesimbra» é pertença Vitor Vieira e de Ângela Rosa conforme ficha técnica. E registado na ERC.
Nele, têm opinião todos os partidos políticos. Todos.

Mas já agora... quem estamos a incomodar tanto (políticos!? orgãos de informação!?), para sermos, só nós, os referenciados por anónimos.

Comércio do Seixal e Sesimbra disse...

Queria deixar somente mais um ponto bem definido.
O Comércio do Seixal e Sesimbra, tem as suas portas abertas de 2ª a 6ª feira, das 9h30-13h00 e das 14h00-18h00, e desde já convida todos os "anónimos" a por lá passar.

É lógico que o convite estende-se a todos os simpatizantes de todos os partidos políticos, associações desportivas e culturais, e acima de tudo, a todos os munícipes do Seixal e Sesimbra, pois é para eles que nós trabalhamos.

Vitor Vieira

Paulo Edson Cunha disse...

Boa noite:

tentando responder apenas às questões sérias aqui colocadas:

I) "No superior interesse da população", obviamente que me referia à moção da CDU sobre a conclusão da EN10, não aos quase 5 mil euros gastos em auto-propaganda.

II) Ao anónimo das 11h35: As contas apresentadas são uma reclamação entre dezenas de reclamações que temos apresentados. não podemos ser acusados de ter cão e de não o ter. Uns dizem que nos limitamos a reclamar, outros que nos limitamos a apresentar propostas, sem apontar os defeitos, outros ainda de só reclamarmos em casos concretos (o seu caso). não se consegue agradar a Gregos e Troianos, sobretudo se ambos estiverem apenas empenhados em falar mal...

III) Claro que estamos a falar apenas desta situação específica. Não estamos a atactar o orçamento, nem as GOP´s. Estamos simplesmente a dizer que este dinheiro foi mal gasto, injusto, inqualificável e desnecessário. Penaliza o nosso concelho.

IV) Os requerimentos que sugere que apresentemos, ou que deveríamos ter apresentado na A.M., se tiver o cuidado de pesquisar no histórico deste blogue, terá oportunidade de os ver a quase todos. É só procurar!!!
Temos trabalhado tanto e de forma tão intensa em prol do concelho que temos (eu tenho) sido acusado de excesso de ambição. Se calhar não estavam era habituados...

V) Mesmo atendendo à fortíssima campanha de contra-informação levada a efeito por alguns iluminados, é correcto as pessoas perceberem que não se pode comparar o nosso (do PS e do PSD)anúncio nos jornais com o da A.M., por uma única diferença: o nosso pagamo-lo nós (e o PS), assumindo-o, não colocando o ónus do seu pagamento no orçamento do executivo, ou seja, pedidndo a todos os contribuintes que o pagassem. É uma diferença tão grande que só não percebe quem for destituido de inteligência ou estiver de má fé.
Se for o primeiro caso, tenho pena.
Se for o segundo caso, lamento.

Apresentar contas do preço do anúncio: lamento igualmente, mas as contas internas do partido são prestadas aos seus militantes e a uma entidade que anualmente as analisa (Entidade das Contas, proveniente do Tribunal de Contas) Se o/a amigo/a tiver dúvidas, faça uma denuncia e eles vêm cá fiscalizar. estamos à vontade!!!

VI) Por outro lado, não seria correcto fornecermos os valores pagos aos jornais (Comércio do Seixal e Sesimbra e Jornal do Seixal), mas se eles quiserem fornecer esses valores, por mim, em nome do PSD estão autorizados a fazê-lo.

Cumprimentos

Anónimo disse...

Drº Paulo Cunha e equipa do comércio do Seixal é ou não verdade que o anuncio de página efectuado pelo PS e pelo PSD no comércio do seixal foi cobrado ao preço de um quarto de página? É verdade que o comércio do seixal, nas palavras do Paulo Cunha, fez uma atenção ao PS e ao PSD? A ser verdade, o comércio do Seixal vive para fazer "atenções" ao PS e ao PSD? E já agora porque razão é que não fez igual atenção à Câmara e publicou o texto da Assembleia Municipal em página inteira, em vez de quarto de página? E já agora Drº Paulo Cunha é verdade que ameaçou um outro jornal do concelho por nao ter feito igual atenção? É verdade que tentou influenciar a paginação do Jornal do Seixal e como não conseguiu, comunicou que ia rever as relações com o Jornal, só porque o jornalista teve verticalidade e disse que quem mandava no jornal era ele e que se V. Excª estava habituado a mandar noutros jornais do concelho no dele não mandava?

Anónimo disse...

Isto aquece... parece que as comadres se zangaram e como diz o povo "descobrem-se as verdades"

A MOREIRA disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Anónimo disse...

Eu bem dizia, "zanga-se as comadres e descobrem-se as verdades..." parece que a resposta do Paulo Edson em vez de responder às questões pertinentes que lhe foram colocadas, foi vir sobre o manto do anonimato, fazer acusações a quem tem uma nova morada!!! Entendido paulo!

Anónimo disse...

Já agora uma pertinente questão á equipa do comércio do seixal, se são pluralistas e isentos, porque razão tem vários opinadores do Partido Socialista a escrever em cada número do jornal? Não chegava um... Porque razão dão destaque aos blogs do Paulo Cunha e do Samuel e não tem identica prática com alguém do PCP? Porque razão nas Assembleias Municipais só dão destaque às intervenções do PS e do PSD, omitindo as intervenções das outras forças politicas? É que não basta dizerem que são isentos e pluralistas, é preciso demonstrá-lo, e na prática, infelizmente, o comércio do seixal não tem demonstrado ser pluralista... Se mudarem de prática e derem espaço igual a todas as forças politicas, então não terei qualquer problema em mudar de opinião.

Anónimo disse...

Comércio do Seixal e Sesimbra

O Comércio do Seixal e Sesimbra quando participa nos blogs, assina como tal, o que não é o caso destes «anónimos».

Os que escrevem como o Sr Anónimo acerca do «Comércio», estão decerto mal informados acerca do nosso TRABALHO e só devem ler o que lhes convém das reportagens.

Fico a aguardar a vossa visita para os esclarecer pessoalmente sobre as dúvidas.
Ângela Rosa

Anónimo disse...

A CM do Seixal gastou do meu dinheiro !! o PSD e o PS gastaram do dinheiro deles perceberam a diferença???? Tirem as palas da frente... A CM do Seixal não tem o direito de gastar do meu dinheiro de contribuinte para as campanhas dela... é meu. Não tem mandadto para isso. Deve ser remetida esta despesa ao Tribunal de contas e à IGAT.
A moção extravazou as suas competências.
Não brinquem com o meu dinheiro que eu também não brinco com o do PCP... refiram-se antes ao BMW série 5 do presidente de Câmara isso é que é comunismo do bom!!

Anónimo disse...

E sobre todas as questõs suscitadas, o comércio do seixal não responde... Não tem resposta ou a verdade é incómoda!!!

Paulo Edson Cunha disse...

Relativamente ao comentário deixado pelas 8h02 de hoje, por um(a) anónimo(a) apenas responderei porque embora entenda que o anonimato e o estilo não o mereciam, já as questões colocadas são de indubitável interesse público e cujas questões anda a atormentar muitas mentes:

" é ou não verdade que o anuncio de página efectuado pelo PS e pelo PSD no comércio do seixal foi cobrado ao preço de um quarto de página?"

Reposta: A questão terá de ser respondida pelo jornal, o que posso dizer é que o PSD pagou o preço que lhe foi indicado quando solicitou a publicação. Se foi mais barata, ou não, só a direcção do jornal lhe poderá responder.

"É verdade que o comércio do seixal, nas palavras do Paulo Cunha, fez uma atenção ao PS e ao PSD?"

Resposta: falso. Não o fez, nem tão pouco o afirmei.

"E já agora Drº Paulo Cunha é verdade que ameaçou um outro jornal do concelho por nao ter feito igual atenção?"

Resposta: Falso. Não sou homem de fazer ameaças. Conforme podem verificar factualmente pela minha actuação pública, quando não gosto de uma situação, reajo sobre a mesma, accionando os mecasnismos que entenda mais adequados, sendo que não são certamente ameaças.

"É verdade que tentou influenciar a paginação do Jornal do Seixal e como não conseguiu, comunicou que ia rever as relações com o Jornal, só porque o jornalista teve verticalidade e disse que quem mandava no jornal era ele e que se V. Excª estava habituado a mandar noutros jornais do concelho no dele não mandava?"

Resposta: Falso. De facto insurgi-me com uma quebra contratual, calculo que por ingerência, ou exigência de terceiros.
A paginaçãoque estava contratualmente assegurada, não foi cumprida, o que me levou a denunciar a situação. Infelizmente não poderei dar a resposta com a profundidade que a mesma merece e, que a população do Seixal merece, mas recuso-me a comentar publicamente os contratos que faço em nome do PSD, no entanto, Se o Sr. Director do Jornal quiser revelar algum pormenor deste negócio (que numa das partes envolve a Câmara Municipal), então terei todo o prazer de explicar publicamente (e a apresentar a devida prova documental) de todos os contornos do negócio. Em resumo, como é obvio, não tentei influenciar nenhuma paginação, aliás, o negócio nem foi celebrado directamente por mim, portanto, por maioria de razão, é igualmente falso que tenha existido tal diálogo.

Uma nota final para um outro comentário: a resposta dada por um(a) A Moreira, obviamente que não foi minha como alguém insinua.

Por fim, por mais que tentem descredibilizar o "Comércio.." ou a mim próprio, afirmando repetidamente que eu mando no jornal, ou que sou o seu dono, peço que se abstenham de o fazer.
Apenas estão a bolir com a dignidade pessoal e profissional das pessoas que lá trabalham e não estão a atinfir os vossos objectivos. Aliás, nem percebo porquê essa fixação. Limito-me a fazer uma crónica semanal, como o faço nos outros jornais do concelho, na rádio e até na revista "O Praticante". Também mando nesses órgãos de comunicação social? Sou o único cronista no "Comércio.."?
Agora se acham a minha crónica assim tão importante, ao ponto de acharem que por a ter, então é porque sou o dono, apenas posso ficar feliz por perceber que a mesma tem alcançado o seu pricipal objectivo: ser lida, polémica, irreverente e actual.
Obrigado.

A.Pinto disse...

Manobras de diversão para denegrir a imagem da oposição, mais essecialmente de quem pode ser um obstáculo , o Dr. Paulo Cunha.

Há que saber separar o trigo do joio.

Anónimo disse...

Drº Paulo Cunha
As questões foram suscitadas, e o senhor depois de pensar durante 14 horas, conseguiu responder em nome próprio às mesmas... mentiu nas respostas, mas pronto, respondeu... Agora havia necessidade de publicar o comentário alegadamente do "A. Moreira"? É esta a sua forma de fazer politica? Publicando comentários perfeitamente injuriosos tendo por alvo uma pessoa determinada? E como se não chegasse por em causa o bom nome dessa pessoa, ainda é efectuado um vil ataque à esposa! Acho esse comentário do mais indecente que já vi até hoje! E neste blog todos os comentários só são publicados após serem "aprovados pelo autor do blogue", por isso V. Excª é, conforme bem sabe, sempre responsável civil e criminalmente pelos comentários colocados no seu blog, mesmo que os mesmos sejam efectuados sob o manto do anonimato, ou com nomes que não se podem comprovar o seu autor! Por tudo isto achei muito triste que V. Excª tenha publicado ou deixado publicar, para o caso tanto faz, um comentário daquele teor. Por importante relembro-lhe que por muito menos já V. Excº ameaçou, e por isso é uma pessoa de ameaças, apresentar queixa crime contra os autores de alguns comentários... Tenho a certeza que o visado não irá apresentar queixa crime contra si, pois acha que as atitudes pertencem a quem as pratica... Só que acho, Drº Paulo Cunha, que neste caso V. Exca devia de ter tido outro comportamento e que, no minimo, deve um pedido de desculpas à pessoa que foi visada de forma indecente no referido comentário e que V. Excª pensa que foi o autor ou responsável pelos esclarecimentos que lhe foram pedidos pelo anónimo das 8,02, e por isso o comentário do A. Moreira foi uma resposta vil à sua soposição. Só que o visado no comentário efectuado pelo A. Moreira nada teve a ver com o comentário das 8,02 e por isso não havia necessidade daquela sua resposta.
Em suma só não digo que V. Excª me desiludiu, porque, sinceramente, há muito que o seu comportamento trauliteiro e sem ética me deixou de desiludir!!!

Bruno Ribeiro Barata disse...

É com desagrado que verifico que sob a máscara do anonimato, se façam acusações caluniosas e se emitam falsos boatos.
É injusto apontar o "Comércio", como um jornal instrumentalizado, pois este tem-se revelado de uma pluralidade e independência política acentuada.
Mas se pretendem acusar o "Comércio" como tendencioso falta ainda difamá-lo como jornal ao serviço do Bloco de Esquerda, pois como se recordam, recentemente o jornal deu voz com destaque ao dirigente do BE.
Como militante do Partido Socialista, informo, que o serviço publicitário contratualizado aos jornais locais, não tem carácter gratuito e conforme já referido existiu uma discrepância entre a paginação que estava contratualmente assegurada, e a que se verificou.

Bruno Ribeiro Barata

Anónimo disse...

O Comércio do Seixal e Sesimbra entende que, quando as empresas competem directamente, ou indirectamente, como é este o caso, acabam sempre por sofrer em quota de mercado, crescimento, lucros e acima de tudo, confiança de investidores e consumidores. Assim, e com este "post", daremos o assunto por encerrado.

No entanto, como todo o mundo já se apercebeu, tenha o Comércio do Seixal e Sesimbra (e só este jornal !!! ???), razão ou não, por muito isento e pluralista que tente ser, os anónimos, independentemente do partido pelo qual tenham apreço, esses, terão sempre a vantagem de levantar dúvidas sempre que quiserem e quando tal lhes der jeito. E a dúvida tantas vezes dita poderá tornar-se em facto, e daí à verdade é só mais um passo. E continuam a esconder-se atrás do anonimato.

Connosco não é o caso. Optámos por, enquanto jornal, por uma metodologia e estratégia "low profile", deixando toda a política para os políticos. Para tal foram criados os sectores de opinião, onde mais uma vez, e esperamos que entendam o que digo sem meias palavras, Todos os Partidos Políticos Foram Convidados. Repito,... Todos!! Os que aceitaram aqui estão a escrever. Os que não aceitaram, não estão. Simples.

Temos o PCP, PS, PSD, BE, CDS-PP, e estamos a desenvolver contactos para que os Verdes também estejam aqui representados.

A ideia central é a de que dando espaço de escrita a políticos de vários quadrantes do concelho do Seixal e Sesimbra no mesmo órgão de informação, aumentaríamos a qualidade do serviço prestado, efectuando do mesmo modo uma sensibilização para os problemas/soluções do(s) concelho(s) junto dos leitores.

Quanto aos preços da publicidade. Sinceramente acho que não vamos ensinar ninguém, mas adianto, que como empresa, no desenvolvimento e execução de estratégia no sector de comercial (publicidade), actuamos com oportunismo, atenção para com o cliente e preços suficientemente competitivos.

Assim, convido-vos (anónimos e não anónimos) a que, caso existam dúvidas sobre qualquer assunto que eventualmente não tenha sido convenientemente tratado neste nosso/vosso jornal a dirigirem-se à nossa sede e todas as questões ser-vos-ão respondidas pessoalmente.

Uma última nota, para responder a uma dúvida várias vezes colocada, que diz respeito à opção editorial de colocarmos dois Blogs e precisamente aqueles dois. Trata-se, como todos já perceberam, de uma aposta editorial ganha pois refere-se aos dois primeiros blogs e que do nosso conhecimento, únicos, de figuras eleitas, as quais se sujeitam a sufragar o seu trabalho, quer nos próprios blogs, quer ainda no jornal, sendo que ambos para além do mais, são nosso colaboradores desde a primeira hora do nascimento do jornal, limitando-se a substituir as crónicas que ambos tinham, por esta rúbrica.

A polémica, adesão muito significativa, até contestação e controvérsia, que esta rubrica está a provocar é a prova de que estamos no bom caminho.

Ficamos à vossa espera. Esperamos vir a mudá-lo(s) de opinião.
Vitor Vieira

Paulo Edson Cunha disse...

É engraçado que o anónimo das 0:29 de 22 Outubro enfiou a carapuça, sobre o que o/a tal " a moreira" disse, pois, quando diz:

"É esta a sua forma de fazer politica? Publicando comentários perfeitamente injuriosos tendo por alvo uma pessoa determinada? E como se não chegasse por em causa o bom nome dessa pessoa, ainda é efectuado um vil ataque à esposa!"

Eu pergunto: estamos a falar do bom nome de quem? foi dado algum nome ou referencia indicativa?

Mais, injurioso para quem? só há injuria quando há um injuriado. Aqui quem é?

A verdade é que nem eu, nem provavelmente ninguém, a não ser o próprio sabe de quem se trata a tal calúnia.

Em momento algum é referido qualquer nome, ou dada qualquer dica sobre quem é o destinatário da mensagem, nem da sua mulher, mas uma coisa fiquei a saber: o visado leu o comentário e entrou em pânico pensando que tinha sido desmascarado.

Para terminar a polémica, sempre lhe digo que não sei quem V. exa. é e, atendendo ao seu pânico de ser "apanhado" também não faço questão de saber, muito menos de o conhecer.

Cumprimentos.

Paulo Edson Cunha disse...

Caro anónimo, seja V. Exa. quem for, apenas não publico o seu comentário, porque, da forma como escreveu, identifica a tal pessoa caluniada, que de outra forma não estará injuriada.
Terei todo o prazer em publicar esse comentário, desde que retire a expressão (V. exa. certamente sabe a qual me refiro), onde, sem sombra de dúvidas (e só desta vez, não das anteriores) fico a saber a quem se referia o/a "a moreira".
Obrigado.

Anónimo disse...

Lá está V. Excª a fazer-se de ingénuo, não me diga que foi preciso fazer um desenho para V. Excª entender aquilo que escreveu... E agora que entendeu não retirou o comentário injurioso? Isto só demonstra que V. Excª é cumplice com o conteudo do referido comentário!!!

Anónimo disse...

Não se faça de ingénuo Drº Paulo Cunha, que V. Excª de ingénuo não tem nada... Não me diga que foi preciso eu fazer um desenho para V. Excª perceber aquilo que escreveu??? E já agora que diz saber quem é o visado, porque razão não retira o comentário injurioso? Isto só demonstra que é cumplice com o conteudo do comentário!!!