sexta-feira, junho 27, 2008

R.G.A.

Devem estar recordados do pedido que os eleitos municipais e a comissão política de secção do Seixal fez ao Sr. Presidente da Câmara, para visitar os serviços.
Como não obtivemos, até agora qualquer resposta, decidi protestar desta forma. Outras formas seguir-se-ão.
O artigo foi publicado na edição de hoje do "Jornal do Seixal". Espero que gostem e que comentem.

RGA


Instalada a confusão e o caos, virou-se o presidente para os presentes e disse: faça-se uma RGA. Uma RGA? entreolharam-se todos preocupados e simultaneamente expectantes. Isso não é uma Reunião Geral de Alunos? Ah pois, também é, mas para o efeito é uma “Revolta Geral dos Autarcas”. Deve andar a vêr muitos blogues este presidente, sugeriu o outro, então isso não se assemelha com aquele blogue, que apela à Revolta das laranjas? Não, respondeu o outro, apelar não apela, apenas se chama assim.
Afinal de contas a que se deve toda esta azáfama, perguntava ainda um outro camarada acabado de entrar – as vossas vozes ouviam-se em toda a rua.
Parece que o Presidente está a tentar arranjar uma maneira de impedir o PSD e os autarcas desse partido de visitarem a Câmara. Onde já se viu tal ousadia: isto é solo sagrado comunista, não é um espaço para ser visitado por laranjinhas, afiançava um, daqueles que em todas as reuniões sempre fica mais exaltado.
A sorte é que há sempre alguém a colocar ordem na mesa e a dizer: “afinal de contas que mal é que tem eles virem visitar a Câmara Municipal e os seus serviços? Isso só mostra interesse e preocupação da parte deles. Para além do mais já não chega não os deixarmos sair, nem em imagem, nem com as suas ideias no Boletim Municipal, nem sequer em meia página para todos os partidos e agora até lhes estarmos a limitar os tempos de intervenção na Assembleia Municipal e ainda querem impedi-los de visitar a Câmara? Para além do mais não podemos, pois eles foram correctos, requereram a quem de direito e, têm o pedido garantido pela lei.
Lei? Troçou um outro, e digo-te mais, respondendo-lhe, para que querem eles sair no Boletim Municipal se saem nos jornais locais?
Há coisas que não conseguimos explicar aos outros, há direitos que, por mais que queiramos, os outros não interiorizam, portanto, aquele camarada mais responsável optou pelo silêncio.
Entretanto já o presidente tinha dado ordens para chamar todos os seus camaradas para lhes comunicar que não queria aqueles perigosos subversivos nos Paços do Concelho, onde podiam propagar imensas doenças e ideias esquisitas, pelo que o requerimento apresentado em 05 de Maio, portanto há quase dois meses, apenas obterá resposta se “eles fizerem muito barulho”.
Não há um prazo para responder a um requerimento de um particular? Ou, não devíamos ter mais algum respeito por um partido da oposição e por eleitos numa Assembleia Municipal? Perguntava um outro. Houve uma gargalhada geral.
A decisão estava tomada. Um dia podemos responder-lhes: olhe, eles que visitem os novos Paços do concelho, quando este vier a ser construído”
Nota: este texto é pura ficção, mas visa alertar todos os munícipes para uma realidade: a 18 de Maio o PSD, através do signatário deste texto, enviou um pedido dirigido ao Sr. Presidente da Câmara Municipal, solicitando o seguinte:

“Exmo. Senhor Presidente,
A Comissão política do Partido Social-Democrata do Seixal e os eleitos pelo mesmo partido à Assembleia Municipal do Seixal, vêm informar V. Exa. que pretendem visitar todos os pelouros da câmara Municipal, no sentido de aquilatar o seu funcionamento e as necessidades dos serviços e dos respectivos trabalhadores.
Para o efeito pretende-se reunir com os respectivos Vereadores e, visitar os serviços, de forma a auscultarmos o máximo de opiniões sobre o funcionamento dos serviços.
É nossa pretensão iniciarmos estas visitas pelo Pelouro dos Vereadores do PSD, no caso o pelouro da Protecção civil para o que já obtivemos a prévia anuência dos respectivos vereadores, contudo condicionada à superior aprovação de V. Exa.
Na medida em que pretendemos visitar nesta mesma semana (a partir de 5 de Maio, se possível) os serviços referidos, solicitamos igualmente alguma celeridade para a pretensão ora apresentada.
Quanto aos restantes pelouros, sujeitamos as visitas a prévia articulação com todos os vereadores.
Com os melhores cumprimentos, subscrevo-me atenciosamente,”
Ainda não obtivemos qualquer resposta. Tire o caro leitor as suas conclusões

5 comentários:

Rui Belchior disse...

De facto elucidativo, significam pouco as palavras perante quadro tão arrepiante, onde se constata o mais completo desprezo pelo significado da palavra democracia, fico estupefacto com tanta arrogância e tantos tiques da mais mesquinha qualidade, e que roçam mesmo um preocupante autoritarismo, estes factos só se podem explicar, pelos demasiados anos de exercicio de poder, que decididamente e como todos podem verificar, não melhora com o passar do tempo, é portanto urgente que as pessoas tomem conhecimento destes factos, e de outros, para que possam assim julgar devidamente e em sede própria, quem ao momento os representa governando os destinos da Autarquia desta forma, sem o devido respeito pelas outras forças partidárias, que têm naturalmente a legitimidade concedida pelo sistema democrático em que vivemos, pelo seu respectivo,
eleitorado e por todos aqueles que não concordam com esta forma de actuação politica, e que por acaso também...(apesar de não dar muito jeito) residem e pagam impostos no Concelho do Seixal.
É pois, por tudo isto e por muitas outras coisas, que as pessoas não se devem calar, as minhas felicitações a todos os que lutam e se opõem diária e constantemente a esta forma completamente desajustada e ultrapassada de fazer politica, e que urge erradicar...antes que seja demasiado tarde..para aqueles que como eu ainda esperam ver o actual processo interrompido, dando assim a possibilidade aos que pugnam por um rumo diferente, no caminho do desenvolvimento, da prosperidade, da segurança, do progresso.. e sobretudo da DEMOCRACIA...invertendo assim tudo o que sucede actualmente, e que naturalmente não deveria nem poderia suceder.

Rui Belchior Pereira

Filipe de Arede Nunes disse...

Não consigo deixar de vislumbrar realidade das palavras cujo intuito eram serem representativas de mera ficção.

Infelizmente, esse requerimento do PSD não será o único que terá ficado sem resposta, porque outros, no passado, houve cuja resposta, expectavelmente, nunca chegou.

A ideia, parece-me boa, mas também me parece que um rasgo de originalidade que pressupõe o contacto directo com o mais sagrado território comunista não teria nunca a anuência da maioria reinante.

Ficam os parabéns pela iniciativa.

Cumprimentos,
Filipe de Arede Nunes

Daniel Geraldes disse...

Parece-me a mim que a resposta irá chegar em pleno período de férias.

Anónimo disse...

O texto é ficção mas é igualzinho aquilo que se passa na Câmara do Seixal. É exactamente assim o comportamento dos camaradas. Há requerimentos muitos que nunca são respondidos. Mas outros há também que quase não deram entrada e já têm resposta.

hkt disse...

... de facto, o controlo da informação está a escapar-lhes. A CDU tem razões para se preocupar.