terça-feira, junho 03, 2008

"Ditadura da Maioria ou Maioria Ditadora?" - temas da Semana

Esta semana no jornal "Comércio do Seixal e Sesimbra" e nos blogues "Rumo a Bombordo" (http://rumoabombordo.blogspot.com/) do Vereador Samuel Cruz e neste mesmo blogue, o tema nacional da semana é a vitória da Dra. Manuela Ferreira Leite e as suas consequências para o partido, para o PS e para o País.
o que vai mudar?



Já no que concerne ao tema local, para melhor o comentarem, farei uma abordagem mais extensa do que é habitual: Como sabem, decorreu ontem mais uma Sessão Ordinária da Assembleia Municipal. A bancada da CDU e a Presidência da Mesa da A.M., ou por estarem nervosos, ou descontrolados, ou simplesmente para nos fazerem ver quem manda (mas assim não conseguem) , resolveram continuar (começaram na última) a demonstrar "tiques de autoritarismo" inadmissíveis em democracia.
A história conta-se em duas penadas:
  • Como sabem, há um Período Antes da Ordem do Dia (P.A.O.D.) nas Assembleia, onde se discutem moções, declarações políticas, etc, e onde a lei e o regimento refere que tem a duração de 60 minutos, podendo ser prorrogado e os tempos de intervenção de cada Grupo Municipal (partido) é rateado em função do n.º de eleitos;
  • Sendo prorrogado esse período (como aconteceu na última, ontem e sempre, tal qual quanto me recorde) reinicia-se a contagem de 60 minutos e também o tempo de intervenção de cada grupo;
  • Conforme se recordam, na última A.M. o Grupo Municipal do P.S.D. abandonou a sessão, por ter esgotado o tempo e nem sequer terem permitido a votação das moções apresentadas, situação que originou tomadas de posição do PSD e PS Seixal e da própria A.M., todos publicados em posts anteriores;
  • Ora ontem, depois da prorrogação do PAOD e das diversas inscrições, tendo havido 3 delas avulsas, o PSD, através da minha pessoa, entendeu solicitar uma intervenção, para proceder ao contraditório;
  • Inicialmente fomos impedidos com o argumento que o tempo de uma hora estava esgotado;
  • Argumento INCRÍVEL se tivermos em conta o facto de nós não termos falado nesse período, logo, dispúnhamos necessariamente dos nossos 9:15; Claro que alegámos isso mesmo, mas foi-nos dito pelo Sr. Presidente da Mesa em exercício que o tempo estava esgotado e não havia nada a fazer;
  • Tentámos explicar que se o tempo estava esgotado era porque algum outro Grupo Municipal tinha excedido o seu tempo limite, porque se nós não falámos, alguém, que não nós o usurpou e, assim, pelos menos aqueles 9 minutos seriam nossos;
  • Argumentámos que com essa atitude estar-se-ia a BENEFICIAR CLARAMENTE O INFRACTOR;
  • Argumento n.º 2 da Mesa: Não nos inscrevemos a tempo. O que até seria verdade se a Mesa tivesse cumprido o Regulamento e tivesse PREVIAMENTE explicado à Assembleia que tipo regulamentar de intervenções estariam a ser discutidas, naturalmente nós teríamos procedido à inscrição no momento correcto;
  • Ao não o fazer, ou ao não obrigar a proceder dessa forma, o Sr. presidente da Mesa violou assim o preceito no n.º 2, do art.º 19.º do regimento Municipal que obriga às inscrições para o PAOD a serem feitas por escrito, abrindo-se de seguida o período de discussão das mesmas, à excepção das declarações políticas. Ora,se nós não sabíamos se era uma declaração política, ou não, como me poderia ter inscrito antes de ouvir a intervenção? Parece-me tão claro, que nem me esforço mais para explicar...
  • Claro que o argumento foi recusado e nós não falámos.
  • Por fim, a ideia é: Na última A.M. quando esgotámos o nosso tempo, nem votar a nossa Moção pudemos e nesta sessão, para se ter esgotada a hora, sem nós termos falado, foi porque algum partido esgotou o seu tempo. Quem saiu prejudicado novamente? foi esse partido? Nop. Foi novamente o PSD.
  • O fim da história foi mais um recurso da decisão da Mesa para a Assembleia com decisão desfavorável. Grande exemplo.
  • Se a este brilhante exemplo juntarmos o motivo que levou o Vereador Samuel Cruz a ter abandonado a última Sessão de Câmara Municipal ou o que se passou em Fernão Ferro e também descrito no blogue "Rumo a Bombordo" (http://rumoabombordo.blogspot.com/)então a questão toma toda a sua legitimidade: "Ditadura da Maioria ou maioria Ditadora?"

Bons comentários. Tenha presente que só serão publicados os efectuados até quainta-feira de manhã.

16 comentários:

www.jsdseixal.com disse...

JSD LANÇA NOVA CAMPANHA DE OUTDOORS

Criação da Polícia Municipal.
O que será Preferível, Polícia Municipal ou Boletim Municipal?

Ver tudo em:

www.juventudeseixal.blogspot.com

www.jsdseixal.com/blog

Anónimo disse...

O PS canta de galo? Devia ter vergonha com as suas actuações! A vergonha que já levou um eleito do Partido socialista na Assembleia Municipal a renunciar ao mandato, mostrando a sua indignação pela actuação do seu partido em Fernão Ferro, sendo que em simultâneo com a renuncia deu os parabéns, em plena Assembleia Municipal, ao Presidente da Junta de Freguesia de Fernão Ferro pela elevatez que demonstrou. Vergonha que já levou o Presidente da Assembleia de Freguesia de Fernão ferro a sair de militante do Partido socialista e a passar a independente... Vergonha que já levou o cabeça de lista do PS à Assembleia de Freguesia de Fernão Ferro nas últimas autárquicas a demarcar-se dos eleitos do PS. Parecece que só o Reis e a meia dúzia de seguidores é que não vê o que toda gente vê! Continuem com esta actuação e nas próximas autárquicas o PS regressa a terceira força politica em Fernão Ferro...

Anónimo disse...

Sinto-me feliz por neste concelho começarem a despontar jovens políticos que não têm medo e fazem frente a estes ditadores. Obrigado.

Quanto ao seu PSD, gostaria de lhe dar os parabéns porque pelo que sei foi o mandatário da candidatura vencedora e tem-se mantido sempre coerente com a sua linha política que agora ganhou.
Continue o seu bom trabalho porque o PSd e o Seixal precisam de homens como o senhor e não se deixe atemorizar como não tem deixado até agora.

José Carlos Chora disse...

Caro colega Deputado Municipal, Dr. Paulo Edson

Quero confirmar tudo aquilo que disse e acrescentar que só numa de reunião de líderes em que se estabeleçam novas regras mais claras, poderá eventualmente esta maioria PCP ser imparcial.
Maioria esta que com menos de 20% dos votos dos eleitores manda em mais de 100% eleitores, manda em toda População.

O Seixal merece mais e melhor!

José Carlos Chora
Deputado da Assembleia Municipal do PS

Anónimo disse...

Não estive presente na Assembleia Municipal mas falei com uma pessoa que esteve na anterior e, do que é descrito, da credibilidade pessoal, política e profissional do Dr.Paulo Edson e das próprias afirmações dos dirigentes do partido socialista, quer nesta assembleia, quer na anterior, penso que a população do Seixal deve reflectir muito bem sobre a maioria que nos governa. Os exemplos de que o vereador Samuel Cruz e dirigentes do PS se queixam só vem reforçar toda esta suspeita sobre abusos graves à liberdade e à democracia.
Uma pergunta que anda na boca de todos - para quando uma coligação do PS e do PSD no Seixal uma vez que pelos menos os seus responsáveis se entendem tão bem?
Juntos, ganhavam de certeza.

João disse...

O que vai mudar? Numa democracia tudo pode mudar a qualquer momento, nada é estático.

O grande problema em politica é que os eleitos, se sentem detentores de verdades absolutas, com legitimidade absoluta e pouco na vida é absoluto, apenas uma certeza absouta deveriamos ter, é que um dia vamos morrer, essa é talvez a única certeza que todps os humanos têm. Mas, assim não parece, apregoa-se democracia, direitos, igualdaes, paridades, mas nada, são os partidos que mais apregoam essas igualdades que quando com o poder na "mão", o utilizam como se tudo lhes pertencesse, estranho não? De ditadura ficou Porgtual farto durante anos e anos. Vivemos num sistema democrático, não deixemos que os eleitos se esqueçam disso. Todos têm de ter o seu espaço, o seu momento para se exprimirem, mesmo os representes dos que não elegeram maiorias.
Não tenho dúvidas que com pessoas idóneas, integras, atentas, que não temem e não se calam,lutadores e féis aos seus principios, como o Dr. Paulo Cunha, serão capazes de mudar essa realidade.
Aliança com o PS, não sei..., é uma hipótese.

A JSD poderia dar uma ajuda.

Toda a admiração pelo seu trabalho.
Cumprimentos,

João T.

Anónimo disse...

Ditadura da maioria e maioria ditadora. Dois em um. A maioria CDU a representar uma minoria da população comporta-se duma forma que ultrapassa todos os limites aceitaveis no sec XXI. Porque há 34 anos que estão sentados na cadeira do poder esqueceram-se que em democracia há também alternância democrática. Não é admissivel que estes senhores da CDU na camara do seixal não respeitem os eleitos da oposição, o que significa uma falta de respeito pela população que os elegeu. Entre a ditadura salazarista e a ditadura existente actualmente no concelho do seixal vejo como diferença significativa que a outra durou 50 anos e esta não vai passar de 2009 e também a que a pide de salazar e a que a CDU utiliza uma era uma policia e da maioria CDU é civil. Dr. Paulo Edson felicito-o pela sua coragem e pelo seu caracter é de politicos assim que o seixal necessita para derrotar a CDU nas próximas eleições. Uma aliança PSD PS seria muito bem vinda.

Anónimo disse...

A CDU está no poder há 34 anos no município e só continuará nele enquanto o PSD e o PS quiserem.
Continuem a lutar juntos contra a CDU e ela nas próximas eleições vai à vida. E indo uma vez já não regressa tão depressa.
Em Fernão Ferro o PSD e o PS têm dado que fazer à CDU e são eles quem têm a maioria, é bom que saibam usá-la para pela primeira vez a CDU saltar do poleiro.
A CDU deixa transparecer essa verdade com os seus actos desesperados porque sabe que os eleitos que defendem hoje o PSD e o PS têm potencial para o conseguirem. Não percam esta oportunidade e caminhem juntos pela mesma estrada como têm feito até aqui porque quanto mais unidos andarem mais desesperados os comunas ficam por saberem que "o muro" que têm no concelho está prestes a ruír.
Parabéns Dr.Paulo Edson e Dr. Samuel Cruz pelo empenho que têm demonstrado em unir esforços para vencerem a CDU. Continuem assim que no próximo ano o poder ditatorial e arrogante destes cavalheiros muda de mãos para bem de nós todos e do concelho.

Anónimo disse...

Assisti p´la primeira vez à última Assembleia Municipal e deixe-me dizer-lhe que o Sr. está a faltar à verdade.

E agora que assisti a uma A. Municipal consigo ver p´los meus olhos quem fala verdade! Esperava mais de si!!!!

João disse...

Caro anónimo que me antecede, obviamente que Paulo Cunha não está a faltar à verdade. A própria bancada do PS confirma tudo o que se tem passado nas A.M., aliás, o próprio José Chora confirma em declarações neste mesmo blog tudo o que Paulo Cunha afirma. Afinal quem mente? O PS e o PSD? Não são opiniões a mais que convergem neste assunto?
Vale a pena pensar nisto...
Parece que começa a haver alguma desorientação e, na falta de argumentos, diz-se que os outros faltam à verdade, escondido no anonimato, claro!

Ponto Verde disse...

É assim há muito tempo , mas direi que há ultimamente um refinamento que parecia ter sido ultrapassado , não nos esqueçamos porém de uma autocaravana de um ex vereador... ardida ....

A postura em reuniões , sua sabotagem e contra informação não é também nova .

Afigura-se-me é que ultimamente tenham perdido o decoro com os eleitos dos outros partidos ,mas há muito que o desrespeito pelo simples cidadão era geral ( o simples cidadão diga-se de passagem , retribuí na mesma moeda , depois de surpreendido pelo nível dos eleitos da "maioria").

Mas há de facto que últimamente factores que têm contribuído para que se tenha atingido posições quase que desesperadas por parte dos eleitos CDU.

Há questões internas e de sucessão, bem sei... mas o facto de a oposição ter finalmente conseguido fazer-se ouvir pela via da palavra, quer na blogoesfera, quer na rádio , quer na imprensa local (que deixaram de controlar na totalidade) tem-lhes corroído aquela áurea de invencibilidade e provocado um mau estar extensível às bases , também desiludidas com esta politica de betão e aumento populacional.

É de esperar quer um Verão quente , quer uma subida de tom e de posturas até às eleições do próximo ano onde sofrerão uma esmagadora derrota e sairão definitivamente de cena.

Anónimo disse...

O PS canta de Galo?
Desde quando é que um comuna que é funcionário do PCP e anda de autarquia em autarquia a trabalhar,sem concurso público, á custa do erário público, para espalhar a confusão e suportar o ideal estalinista, em nova versão, adaptada cientificamente, às mocas de Rio Maior, através dos capangas do presidente da Junta?
O seu problema é saber que amanhã vai ter que cantar a internacional noutra autarquia que não nesta.

Paulo Edson Cunha disse...

Quero agradecer o elevado nível de participação neste tema e os elogios efectuados.
Bem sei que é um tema rebuscado, que há tanta coisa para falar, para apontar o dedo ao executivo que até parece mal estarmos a falar de situações processuais.
Mas, meus amigos, isto é mais sério do que parece. Um governo que nem sequer respeita os eleitos locais da oposição, que estão legitimados com a força dos votos, então como tratarão o simples cidadão anónimo?
Um pedido de desculpa ao Ponto Verde, pois só agora é que me apercebi que não tinha publicado o seu comentário. Obviamente não foi propositado.
Por fim responder ao anónimo (curiosamente anónimo) que me acusa de estar a faltar à verdade.
Ora, desafio-o a identificar-se, se quiser apenas para o meu mail e deslocar-se comigo e ouvir a gravação da assembleia. No fim um de nós só tem de assumir o compromisso de fazer uma coisa: quem estiver a mentir vem assumir e pedir desculpa. basta-me isso. Aceita o desafio? Se se acha tão detentor da verdade, certamente gostará de me ver vir assumir publicamente que menti.
Uma advertência:Isso não vai acontecer, mas o desafio está lançado e cumprirei.
já agora, infelizmente se diz ser da população e esteve presente, estranhamente no momento em que ocorreu a situação não estava ninguém na assistência para além de dois jornalistas. Estranho..

Antónimo disse...

É relativamente recente a entrada dos políticos locais na blogosfera, onde há muito os blogs de cidadãos anónimos reclamavam contra o estado de sítio que enfrentam contra a ditadura do PCP/CDU.
Muito recentemente, esses políticos propuseram o casamento do blogosfera com a imprensa escrita, muito concretamente, propondo-se serem os porta vozes das situações denunciadas na net.
Contudo, podemos verificar que rapidamente chegámos ao cerne da questão. Problemas existem, com leituras e soluções diversas quantas as perspectivas políticas, mas que independentemente desses factores são sempre insolúveis face à questão de fundo, que se resume a uma situação de estarmos subjugados a uma ditadura comunista.
Diagnosticado o mal, poderá parecer fácil a solução, e até mesmo viável que com a coragem que os nossos “enfant terribles” nos têm demonstrado, se possa vir a ultrapassar a situação a curto prazo.
Mas como resolver a questão destes novos políticos confrontados online na blogosfera, com as suas máquinas partidárias.
Não nos iludamos, nenhuma ditadura se sustem e mantém, sem que crie uma teia de interesses que lhes permita controlar e manipular o poder, e o posicionamento dos nossos edis comunistas é bem demonstrativo de quem “...mexe os cordelinhos”, e ao mínimo esgar da estrutura da oposição logo passamos a saber que ou te calas ou “... eu sei que tu sabes que eu sei”.
Para alterar o “regime”, ainda temos muitas batalhas por enfrentar.

Avó do Manuelito disse...

Temos que agradecer ao funcionário do PCP que veio para a CMSeixal (mais um) para mostrar a sua preocupação com o futuro resultado eleitoral do PS.
Temos que lhe agradecer ssa sua preocupação porque quanto mais preocupado andar com o PS mais certo é a CDU saltar no próximo ano da cadeira do poder.

Anónimo disse...

O Sardinha já trabalha na Câmara?
Não me admira nada depois dos elogios que deu ao presidente da Junta e ao vereador do Urbanismo e das traições que fez ao PS.