sábado, setembro 13, 2008

A TÃO ANSIADA CARTA DO SARDINHA - AUGI - Pinhal do General (Cont.)

Conforme prometido:
A Carta que de seguida terão oportunidade de ler, apenas ao seu signatário responsabiliza.
"Ex.mo Senhor Dr Paulo Edson
Bloguistas meus amigos e meus “amigos”
Trabalho há 25 anos na Caixa Geral de Depósitos, onde sou chefe de secção da Direcção de Grandes Empresas, exerço as minhas funções com orgulho e competência, sendo um dos empregados com mais promoções por mérito na empresa (nos diversos departamentos por onde tem sido a minha vida).
Nunca precisei do PS para obter qualquer benefício nem para mim nem para os meus mais próximos.
Venho aqui, na sequência da conversa telefónica que tivémos, para esclarecer os bloguistas que na realidade o pretendem sobre a realidade do Pinhal do General, apesar de temer ser uma perda de tempo dado não acreditar que haja muitos proprietários a aqui intervir - na maioria anónimos ou semi-anónimos, à parte do Dr, do Samuel e do Fernando Reis (com dados estatisticos que lhe foram fornecidos por mim numa reunião com elementos da Assembleia de Freguesia), com intervenções em que deram a cara e que eu aqui relevo e saudo.
Primeiro vou tentar responder às questões postas no blog que a ver são poucas em comparação com a realidade da gestão de uma area como esta.
Após várias convulsões em que foram levantadas dúvidas sobre a actuação do anterior Presidente, acusado de gastar o dinheiro das comparticipações na Associação (como colectividade, foi feita uma auditoria cujos resultados foram presentes ao Ministério Público que entendeu nada haver de relevante concdenar à gestão anterior (posição com que concordo pois não foi detectada a utilização de dinheiros para proveito próprio nem este nosso proprietário era dono de mais de 70 lotes como se dizia).
Perante o risco de vir a ser também acusado de utilizar o dinheiro na Associação a contabilidade foi separada da da AUGI, cada estrutura tem um tesoureiro diferente, os documentos são contabilizados por um TOC e auditados por um ROC, ou seja a Associação é uma colectividade com os seus órgãos e a Comissao de Administração gere a AUGI (E foi eleita em Assembleia de proprietários, não de sócios da Associação).
Apesar da Lei das AUGIS ter sido aprovada em 1975, só no meu mandato (1977) é que foi pedida a delimitação da AUGI à CMSeixal.
Porque só há uma AUGI ? Porque o prédio principal tem mais de 2.300.000 m2 e os prédios secundários têm áreas muitíssimo mais pequenas (Zonas principais – Cabeço do Melão e Cabeço da Rosa?. Logicamente não poderíamos aceitar que na mesma área, servindo-se com as infraestruturas dos outros, já pudéssem estar resolvidos cerca de 80 lotes (os outros são mais de 3500). Por outro lado, o prédio principal está polvilhado com perto de uma centena de prédios (lotes com aprox. 300m2)o que ajuda a complicar ainda mais a situação. E o prédio principal está em compropriedade o que impossibilita a sua divisão jurídica.
Quanto aos 20 ou 25 milhões de euros de que falam (????), não tiveram em conta que muitos proprietários já pagaram e essas verbas foram utilizadas nas obras.
Quanto a dinheiros e plano:
- Todo o dinheiro respeitante a infraestruturas e trabalhos técnicos que é entregue à Comissão tem o recibo correspondente, e todas as despesas pagas, igualmente.
- O valor pago, pelo que já pagaram, e a pagar, pelos muitos que ainda não o fizeram, para elaborar o Plano de Pormenor de Reconversão (trabalhos técnicos e jurídicos) foi aprovado em assembleia de Proprietários é de 30 contos por lote (muito inferior ao pago em outras reconversões.
- A equipa técnica urbanística é de grande competência (responsável por vários projectos fora do Seixal) e o nosso ao advogado, ganhou todos os processos em que fomos envolvidos .
- Tanto com uns como com os outros existem contratos assinados especificando os seus deveres e os seus proveitos.
- Após o primeiro PPR tanto pela CCDRLVT (entidade a que não temos acesso directo para debater estes assuntos) como pela CMS foram solicitados vários ajustamentos (construções licenciadas a ocupar mais de um lote, traçados, contestação da linha de água (agora REN), etc...), trabalhos demorados e bastante técnicos.
- Há grande dificuldade em aprovar este processo de reconversão (bem como outros) nas entidades governamentais ( e já lá estiveram dos dois partidos), quer pelo seu tamanho, quer pelo número de lotes criados, quer pelas implicações urbanísticas que tem. A hipótese de aprovar este Plano passa pelo nova legislação de há poucos meses que dá a possibilidade de ser a CMSeixal a decidir e a CCDRLVT só se debruçará sobre alguns aspectos, nomeadamente quanto às linhas de água e questões ambientais.
Passo a transcrever parte (algumas AUGIs de Fernão Ferro) de um documento de 25-5-2006, na minha posse e do Sr Dr Edson, para esclarecer, quem o quiser, sobre a verdade das AUGIs:
- Redondos – 2.681.069 m2 – lotes 4.463 – fogos – 9.590 – PP (Publicado em DR 158 de 11/07/1995 – em curso 72 loteamentos – população estimada – 26.948

- Quinta das Laranjeiras – 3.300.000 m2 – lotes 3.172 – fogos – 7.964 – PP (Publicado em DR 76 de 01/04/1997 – em curso 113 loteamentos – população estimada – 22.379

- Morgados Novos – 275.130 m2 – lotes 525 – fogos 534 – população estimada – 1.501 - PPR encontra-se pendente de parecer favorável da CCDRLVT desde Maio de 2005, tendo obtido um parecer desfavorável. A CTM (Comissão Técnica Municipal) encontra-se a analisar o último parecer emitido em Dezembro de 2005) – Dependente da aprovação em AM (Assembleia Municipal) do mapa do ruído do Município do Seixal.

- Pinhal do General – 2.382.490 m2 – lotes 3.651 (vão ser menos por causa da rectificação a fazer) – fogos - 8.176 – populção estimada – 22.975 – PPR encontra-se dependent e de parecer favorável da CCDRLVT desde Fevereiro de 2003 – Dependente da aprovação em AM (Assembleia Municipal) do mapa do ruído do Município do Seixal – Dependente da Republicação da Carta da REN do Município do Seixal.
E MUITO DEPENDENTE DA REVISÂO DO PDM PARA QUE A CMSEIXAL POSSA AVANÇAR.

Estas informações (de 25-5-2006 pois não tenho outras) servem para dar uma ideia da diferença substancial entre as AUGIS (Ter um Plano de Pormenor aprovado desde 199 e tal dá um grande jeito) e das dificuldades e especificidades que cada uma tem de ultrapassar.
Esta minha abordagem é para uma informação séria do que se passa mas, agora, vou ao que realmente interessa a alguns bloguistas que por aqui andam.
Vou para o trabalho cerca das 7H30 e chego normalmente cercas das 20H, e como não tenho acesso a blogues no meu local de trabalho (estão bloqueados meus amigos) durante esse período não fui eu de certeza que intervi, respondi, questionei sob qualquer anonimato ou nome esolhido. No restante período também não o fiz pois quando achei que o devia fazer aqui estou com o meu nome de cara descoberta sem me esconder covardemente.
Nem todos os sócios da Associação são proprietários nem todos os proprietários são sócios da Associação.
A nossa porta está aberta todos os dia úteis da 9H30 às 12H30 e das 13H30 às 17H30 e aos sábados das 9H30 às 12H30, tendo eu, ao longo destes 11 anos estado no atendimento aos proprietários na quase totalidade dos sábados (incluindo nas férias enos dias de férias). É graças ao pagamento de quotas dos sócios, e talvez à nossa gestão tão danosa, que a conta da Associação apresenta um saldo de mais de 15.000 euros (As quotas são de 1 euro por mês) e sem subsídios pelo menos nos últimos 3 anos, se não me falha a memória, quer da Câmara quer da Junta. E os que houve são verbas tão baixas e constam dos orçamentos daquelas entidades onde podem ir comprovar. A AUGI tem dívidas e compromissos.
Mas fomosfazendo ruas, recuperámos mais de duzentos lotes que estavam em zona verde, fizémos ruas (e muitas), alcatroámos (pena não ter sido mais).
Tenho pena e sinto uma grande amargura por :
- não ter ainda conseguido cumprir com o que prometi a alguns proprietários (D. Irene ainda não consegui terminar a sua rua);
- moradores das ruas que vão da 5 de Outubro até ao vale, com 30 ou mais por cento de inclinação e que no inverno sofrem com a destruição quase anual dos seus caminhos;
- por ter a necessidade de angariar fundos para fazer duas ruas e meia que, para além de servirem os seus moradores, podem possibilitar a ligação dos esgotos ao ponto de recepção;
- por ter de assinar pela primeira vez na minha vida letras em cumprimento dos compromissos económicos assumidos e que beneficiaram directa e exclusivamente os proprietários do Pinhal.
Como sempre não confundo a minha posição de Presidente da colectividade e de Presidente da AUGI com a minha actividade politica. Ninguém até hoje me pode acusar disso e portanto tenho de dizer aquilo que é a verdade.
Institucionalmente as minhas relações com o Presidente da Junta de Fernão Ferro, com o Presidente da Câmara Municipal, com o Presidente da Assembleia Municipal, com os Vereadores, em especial com o Vereador Jorge Silva, com a equipa técnica municipal sempre foi cordial, educada, produtiva e bem intencionada , gozando, pelo que senti, de reciprocidade. Saíndo de membro da Assembleia Municipal, como pessoa educada que sou, quis deixar um cumprimento especial a todos com quem, na liça politica, convivi, sem olhar ao partido a que pertencem. Obrigado por me aturarem.
Quero deixar uma palavra de apreço aos dirigentes e proprietários que vão ter brevemente as suas zonas ordenadas, infraestruturadas, de propriedade plena, pelo trabalho que desenvolveram.
Por último, nenhum elemento dos órgãos da Associação nem da Comissão de Administração é remunerado.....
Hoje, sábado, dia 13 de Setembro houve uma grandiosa resposta ao comunicado anónimo a convocar uma concentração junto à Sede para me contestarem, ou seja apareceram dois moradores, tenham juízo e deixem quem ainda quer trabalhar, pelo que acabo aqui em definitivo a minha intervenção. "
Alberto Sardinha
Na medida em que no post anterior já se atingiram mais do que 160 (!!!) comentários, o que torna a sua leitura muito difícil, decidi abrir este novo post, com a carta do Presidente da Associação a responder a todas as acusações que lhe são atribuídas, defendendo o seu bom nome.
Entretanto, da leitura atenta aos diversos comentários, não posso deixar de vos dizer que irei propor à minha Comissão Política (por enquanto falo apenas em nome pessoal) que acompanhe esta situação e de todas as AUGIS do Concelho, no que concerne ao seu relacionamento com o poder local.
O que vou propor, não é a situação interna desta AUGI, ou de qualquer outra, porque por mais irregularidades que apresente, as mesmas são do foro interno da própria associação.
Interessa-me sim, apurar as responsabilidades do executivo (e se for o caso, também das oposições) para que os números de habitação em Áreas Urbanas de Génese Ilegal sejam tão elevados, com todas as consequências conhecidas para a vida das pessoas
Deve interessar a todos o que está a ser feito para modificar a situação. Pediremos audiências com todos os intervenientes neste assunto e, daremos publicamente a nossa posição e entendimento de como se poderá inverter este quadro. Possivelmente este trabalho terminará num Fórum Cívico e, na medida em que se justifique, será levado à Assembleia Municipal.
Entretanto, estarei muito atento a muitos bons conselhos aqui trazidos e, face ao tão grande interesse que o assunto despertou, não deixando ninguém indiferente, a redacção do jornal "Comércio do Seixal e Sesimbra" (o tal que dizem ser meu) pediu-me o favor de informar que vai elaborar uma reportagem sobre este assunto na próxima edição, podendo qualquer interessado em prestar informações, contactar directamente o jornal.
Por fim, em termos de balanço, embora em muitos comentários lamente a forma e o conteúdo dos mesmos, congratulo-me com o facto de ter contribuído (ou estar a contribuir) para uma reflexão sobre um problema desta importância no nosso concelho.
Quanto à sugestão apresentada de semanal, mensalmente, ou quando se justificar, os leitores do blogue sugerirem um fórum de discussão, tal como este, é uma ideia com pleno cabimento. Aliás, esta discussão nasceu de uma carta de um leitor deste blogue.
Desde já renovo o convite para lançarem mais temas de discussão, que serão publicados na justa medida da sua pertinência.

43 comentários:

j neves 25 disse...

O leitor das 1:57 deve ter aterrado esta madrugada da Estação Espacial Internacional (ISS). Então não sabe que correram com o Dr João Luis da Associação há uns anos atrás porque não se resolvia nada. Porque nos Redondos estava tudo parado. Recalco, também não sabe o que se passou na Associação das Laranjeiras, foi preciso afastar de lá o Dr Bernardo para que hoje se começe a ver obra feita.
Sabe caro amigo porque ninguem reclama contra contra essas Associações, porque umas têm obra feita e nas outras essas obras começam a ver-se.
Já agoras para sua informação, não pretendendo ser injusto, poderá ser mera coincidência, mas existe algo em comum entre eles, são DRS e Socialistas.
Respeito, há respeito, se é disso que fala então posso-lhe dizer que deveriam ter mais respeito pea boa gestão do dinheiro dos outros que custou muito a juntar.
Bem vindo ao Planeta Terra.

zé disse...

Caro Edson, receba os parabéns pelo trabalho público que tem vindo a desempenhar no nosso Concelho. No entanto deixe que lhe digue que está a ver mal o filme, pois não tem que se lamentar, nem pela forma nem pelo conteúdo de alguns comentários. Quem anda na vida pública como o senhor bem sabe, tem de ter capacidade para digerir estas situações, pois elas são a regra e não a excepção. Depois quando não se quer ser lobo não se lhe veste a pele. É obvio que nem tudo o que aqui foi dito é, foi ou se passou como se relatou, mas o presidente da AUGI é o único culpado desta situação. Os Associados querem eleições, o que é um direito elementar, consagrado nos estatutos e não as convoca, sempre com a mesma desculpa. Também é verdade que ele tem coragem para enfrentar alguns associados, mas essa coragem é só aparente, pois tenta sempre com a sua argumentação e dialéctica adiar no tempo a tomada de soluções concretas.
Existe uma outra questão aqui que nenhum leitor trouxe a público e que respeita a ter acabado com as actividades desportivas e recreativas da Associação. Ora se já estamos num local se carece de tudo, onde não existe praticamente nada, num tempo como o de hoje, com tanta criminalidade não seria de bom senso manter os nossos jovens ocupados. Vejam só o sucesso da escola do Pica. Os leitores sabem do que estou a falar.

Anónimo disse...

Isto até já parece que estão a fazer um relatório de um jogo de futebol.
Então Sardinha para quando o teu comunicado?
Será que agora só depois da reportagem do CSS?
Continuamos a aguardar.

Anónimo disse...

O executivo da AUGI esta numa reunião de emergência na SEDE.
O comunicado deve ser concertado!

Anónimo disse...

Se a conta da Associação do Pinhal do General apresenta um saldo de mais de 15.000 € qual é o impedimento de serem convocadas as eleições?
Será que a actual Direcção foi eleita para toda a vida?
Será que nunca mais vai haver eleições na Associação?
Será este o modelo de democracia que o presidente da Associação defende como socialista que é?

Cristina disse...

Sr. Sardinha

Como sou uma pessoa ajuízada pergunto-lhe porque não respondeu ao que todos, ou quase todos, questionam:

Quando vai convocar eleições para a Associação?

Quando é que a Comissão de Fiscalização da AUGI, cujo mandato é anual, vai ser eleita ou reeleita?

É ou não proprietário ou
comproprietário na
AUGI FF 71?

Era isto que se lhe perguntava.

Mas precisamente a isto não respondeu.

Porquê?

Porque é sàbio?

Ou será antes sabido?

jls disse...

A montanha pariu um rato...
Escreveu bem, mas não sou tolo.
Sardinha, para quando as ELEIÇÕES. ISTO É QUE NOS INTERESSA.
Venha aqui expressar a sua disposição para marcar uma data.
O Sardinha não é uma mentecapto, portanto sabe muito bem que o que queremos são ELEIÇÕES.
QUANDO?
QUANDO?
QUANDO?
QUANDO?
QUANDO?
QUANDO?
QUANDO?
QUANDO?
Dá para perceber?

j neves 25 disse...

Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá...
Conversa de politico. Onde está a solução? Legitime-se se faz favor? Não sabe como? A receita é uma AGE com a seguinte ordem de trabalho:
1)Apresentação de contas
2)Eleições para os orgãos
Percebeu Sr. Sardinha ou está mal acompanhado ao nível do aconselhamento juridico politico?

j neves 25 disse...

Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá...
Conversa de politico. Onde está a solução? Legitime-se se faz favor? Não sabe como? A receita é uma AGE com a seguinte ordem de trabalho:
1)Apresentação de contas
2)Eleições para os orgãos
Percebeu Sr. Sardinha ou está mal acompanhado ao nível do aconselhamento juridico politico?

j neves 25 disse...

Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá Blá...
Conversa de politico. Onde está a solução? Legitime-se se faz favor? Não sabe como? A receita é uma AGE com a seguinte ordem de trabalho:
1)Apresentação de contas
2)Eleições para os orgãos
Percebeu Sr. Sardinha ou está mal acompanhado ao nível do aconselhamento juridico politico?

Tony disse...

É na qualidade de proprietario/cidadão comum q manifesto a minha preocupação acerca de vários assuntos q afectam a vida quotidiana de milhares de familias abrangidas por este imbróglio q são as AUGI´S.Um dos problemas são desde logo o grupo de CHARLATÕES q preside as assoc. e comissões de augi.vejamos alguns destes "amiguinhos" estão nestes cargos eleitos c/ apenas 70 votos, á custa do sr.Joaquim, sr.António...vocês sabem do q estou a falar (bolas agora mais parecia o PALMELÃO), vamos ao q interessa,´o q interessa é uma reconversão transparente de interesse público,nós cidadãos comuns não nos podemos esquecer q a denuncia acima de tudo é um direito civico, pessoalmente gostaria de acreditar q o poder local não é um negócio."amiguinhos" q vivem do poder local mas muito pouco para o poder local.

MENU:
entradas- chouriço de arganil
prato peixe- sardinha assada
prato carne- posta á charlatão
prato vegetariano- pouco espaços verdes á redondos
sobremesa- semi frio alternativo a esta democracia.

António disse...

Meus senhores, é com muita mágoa que escrevo este comentário.
Não é do meu gosto que esta e situações análogas se verificassem em qualquer parte, sejam elas quais foram.
Equacionei não fazê-lo, mas achei trazer aqui o meu contributo aos esclarecimentos dos leitores.
Assim sendo, entendi por bem mencionar aqui alguns pontos sobre esse senhorzito (evitando a todo o tempo, com muito custo, xingá-lo ou chamar-lhe nomes pouco recomendáveis nesta sede e a esta hora do dia; mas que era isso que ele precisava de ouvir era; á frente…) que comanda o destino dessa Associação e/ou AUGI dos Amigos do Pinhal General.
Para início e Sede de conversa, a expectativa criada e que é legítima, seria vir a este fórum defender-se sobre as acusações e/ou insinuações que lhe são feitas.
- Não o fez. Porquê? Não o fez por quês tão estratégica politica e/ou pessoal, ou por clara falta de capacidade de percepção?
- Sé é tão bom funcionário (gabarolice; quando se é bom não se diz, é da mais elementar ciência) como diz e, que é o um dos mais promovidos, então não vem ao pergaminho falar sobre o que realmente interessa, por questão de estratégia. Não vem falar nesse assunto porque esse não é do seu interesse ou fá-lo de propósito.
-Se for esse de facto o caso, então ele está a ignorar e desvalorizar o adversário, assim temos e devemos ter que tirar as nossas ilações, PORQUE SERÁ?
-Qualquer bom Homem de família, não gosta de ver o seu nome a ser denegrido na praça, quer justa quer injustamente, mas vir um pseudo-sábio com um comunicado a dizer que bom, que fez isto e aquilo, que a situação das contas se encontra neste ou naquele estado, isso não é justo ( á excepção daqueles cujo lema é, “não interessa se falam bem ou mal, o que interessa é que falem de mim” ).
-Para debater essa e outras situações, existem as sedes próprias ou seja a Assembleia Geral. É nesta sede entre outros assuntos, que se apresentam, debatem e aprovam contas e o destino da Associação.
- Senhor Sardinha é do MAIS ELEMENTAR SENSO COMUM que se legitime no desempenho das suas funções, dessas que para todos os efeitos estão vagas. Todas as decisões tomadas após ter terminado o período para o qual foi eleito ( mandato), são NULAS, deixam de ter qualquer valor.
- O Senhor segundo sei, é em opinião geral uma pessoa extremamente astuto, sabe melhor que muitos “proprietários que são sócios e sócios que não são proprietário” que está a desempenhar as suas funções (aliás, todo o vosso executivo e por maioria todos os órgãos) ILEGITIMAMENTE, fazendo tábua rasa do estipulado nos Estatutos.
-A conclusão a retirar é tão simples e, depois de explicada, até um miúdo a frequentar o ensino básico compreenderia que o sr. Sardinha e seus acólitos, usurparam todos os poderes instituídos nos estatutos desta Associação.
- Tendo exposto resumidamente e, em minha opinião, o que está de facto em causa, assim como o que realmente interessa, vem esse senhor publicar uma REDACÇÃO ( modelo tipo do antigamente com toda a arrogância que quem tem as rédeas do Poder – sindroma SOCIALISTA), não falando nada que nos interesse. Nós queremos saber, queremos ser esclarecidos sobre os assuntos expostos, mas em sede própria e com perguntas e debate em directo.
- O que nós pretendemos é saber se (SARDINHA e ACÓLITOS) estão na disposição de convocar, agendando a data da Assembleia Geral e, para esta questão o sr. Sardinha respondeu e/ou comunicou NADA a não ser OMISSÃO.
Já agora um pedacinho de Sal q.b.:
Agora já tem 15.000€ (segundo o seu comunicado) em caixa. Em dinheiro ou valores e onde?
Até aqui não tinha dinheiro para convocar os sócios (por carta).
Então a partir de agora, qual será o argumento para não convocar a Assembleia?
O sr. Sardinha é ou não proprietário DIRECTO, é ou não legítimo titular de lotes nesta (sua) AUGI?
Porque é que trabalha de “BORLA”? É voluntário? É escravo? Foi requisitado? PORQUÊ?
Sr. Sardinha são estas e muitas outras questões que estávamos á espera de ver respondidas e, o senhor surpreende-nos com este dejecto.
O Sr. Sardinha não tem olhos e ouvidos para ver que está prejudicar terceiros, pessoas que o acompanham, amigos que o defendem, colegas de partido que estão solidários e que depois se vêm a amachucar com a solidariedade que lhe prestaram (em atitudes muitas vezes precipitadas)?
O senhor não vê que está a prejudicar o Partido Socialista do Seixal?
Espero muito sinceramente que na reportagem do Jornal Comercio do Seixal e Sesimbra, surja finalmente á luz do dia uma solução para este imbróglio.
Sr. Sardinha, o tempo não volta para traz e, isto desta vez não vai ficar, nem pode ficar como estava.
Não pode ficar para bem de todos e fundamentalmente para bem de valores como a Liberdade, Pluralismo e da Democracia (que o sardinha como dinossáurio politico apregoa defender mas não pratica).
Seja humilde porque ouvir e concordar que se está em erro é UMA VIRTUDE do HOMEM.

Matilde disse...

Caro Edson esperamos tanto tempo para isto. Nós não queremos PALHA. Ninguem trabalha de Borla, nem os Burros. O Sardinha é Chefe de Serviços na CGD, só por esse facto deve saber interpretar as necessidas dos seus subordinados. Deve saber ser receptor e emissor.Como solicitador também deve saber o que solicitar e aqui estamos simplesmente a solicitar-lhe a marcação de uma Assemblei, coisa que não faz há mais de 6 anos.
Será que temos de solicitar á Senhora Paula Rego ou outro pintor para lhe desenhar aquilo que legitimamente temos DIREITO.
ELEIÇÕES.
Senhor Sardinha, se pensa que são então digo-lhe, pode ter a certeza que nem todos os interessados do Pinhal General são MENTECAPTOS.

Anónimo disse...

Sardinha o senhor canta bem mas não alegra os moradores do pinnhal do general.
Até nas laranjeiras se sufragou a direcção.
Sabe o que aconteceu?
A antiga deirecção foi para a rua e elegeram uma nova. Com isto iniciaram se as obras.
Está com medo de ser confrontado e ser posto na rua? submeta-se ao voto.
eleições já.

carmen hernandez disse...

Mi madre me dijo que alguien está intentando legalizar la tierra que nosotros poseemos allí. Infelizmente yo no sé mucho casi portugués, pero para el poquito que yo entendí, alguien no puede gobernar este lugar. Estar como este Portugal no tiene una ley. ¿Cómo esto podría ser posible? Ve como una República Bananera. Nosotros queremos que usted que todos sabemos que nosotros sólo pagamos nuestra parte cuando ha personas creíbles en este organisation.

Carmen Hernandez disse...

Yo me olvidé de decir que yo espero que estas personas al ellos han engañado los otros se castigan e hicieron responsable así como aquí en España. Nosotros tenemos un juez que llama su Baltasar Garzón y vino a establecer mucha transparencia en nuestros Padres.
Yo también espero en Portugal hay ley para lograr.

Anónimo disse...

Edson, não era suposto esse sujeito vir defender-se?
Então onde é que está a defesa?
A problemática está em torno das eleições, quando são?

quim disse...

Prometeu á dona Irene. Prometeu o quê? O senhor não tem que prometer nada. O senhor tem de dar andamento ao processo de reconversão. Pede desculpa á dona irene, essa agora, e aos outro não pede descula? Porquê? Demita-se se faz favor. A cad a dia que passa mais se enterra. Prá RUA

Anónimo disse...

Tanto suspance e depois não se demite. Ñão há duvidas que está aparafusado ao tacho e nãop que sair.

Anónimo disse...

Se os socialistas são assim nas Associações, como serão na gestão das freguesias e da Câmara?

antonio disse...

Este comentário destina-se a todos os amigos e apoiantes do senhor sardinha.
Venham agora e aqui defender o vosso amigo que diz que comunica e não comunica nada do que diz. Então não vêm agora defender um tipo que não responde sobre a ilegitimidade da suia função e que não dá satisfações aos sócios. Senhores defendam a lavagem cerebral dos atrasados mentais mas nós não somo mentecaptos.

Anónimo disse...

Compreendemos este senhor.
Ele está a tentar sangrar o incêndio e evitar que o PS no Seixal seja terra queimada.
Vamos a eles

Anónimo disse...

A tua postura é idêntica á do jorge Jardim em Mocambique (logo a seguir ao 25 de Abril), só te falta a astucia do velho.

Anónimo disse...

E é nesta base programática que os Socialistas querem se a alternativa para o Seixal.
Vai lá, vai.

acácio antunes disse...

Isto é que é uma defesa? defesa de quÊ? de quem?
Onde estão as tomadas de posição do Sardinha relativamente ás eleições?
Onde estão as posições dos responsáveis Socialistas?
Edson, você muito bem já veio a publico dizer que levaria a questão aos orgãos competentes. Os Socialistas são surdos e mudos. Estão a ser fritos.

JC disse...

ó jls, pede ao manda um desenho em jpeg para o edson que ele publica. Só assim é que o sardinha percebe que deve fazer eleições.

Anónimo disse...

Será que percebi bem! Agora já existem 15.000€ em caixa. Então já tens dinheiro para enviar as cartas de convocação. Aleluia, já não era sem tempo

antunes disse...

Estava a ler esta lengalenga quando verifiquei que é só para encher. Até parece que os burros somos nós. Queremos eleições já

zacarias disse...

Resposta à carta do senhor presidente alberto sardinha.
Redondos – 2.681.069 m2 – lotes 4.463 - TUDO PRONTO.
Quinta das Laranjeiras – 3.300.000 m2 - EM ANDAMENTO ACELERADO
Morgados Novos – 275.130 m2 – lotes 525 - EM FASE AVANÇADA
e obviamente
Pinhal do General – 2.382.490 m2 – lotes 3.651 - A ENGONHAR.
Esta é a razão suficiente para mandar o Socialista para a RUA

pierre disse...

J'ai deux terres dans cette région. Comme je suis voir cela ne sera jamais capable de construire vendra. Si ils savent de quelqu'un qui veut l'affaire peut entrer dans contact avec moi pour l'email et faire une proposition. Je fournis toute l'information.
messias.pierre@aifrance.com

zé disse...

Sardinha tu não és o Zé do Telhado, nem o Robim dos Bosques. Sabes aqueles que tiram aos ricos para dar aos pobres. Marca as eleições.

Anónimo disse...

Isto está a ficar cada vez mais interessante, agora ós comentários já servem para publicitar a venda de terrenos! Paulo estás a fazerconcorrência desleal aos sites das agências imobiliárias? E também cobras comissão se o "franciu" conseguir comprador para o lote?

Joana disse...

Só o PSD se apresenta como uma alternativa credível ao PCP.
Votar no PS era pior que votar no PCP porque mudavam as moscas mas a porcaria passava a cheirar pior.
Queriam fazer no Seixal uma reedição do que sócrates está a fazer à nação?
Nossa senhora de Fátima nos acude!

Paulo Edson Cunha disse...

Ora aí está uma ideia interessante...lol
Estou a brincar. Escapou-me esse pormenor.

Gerir estes comentários todos, tentar perceber se podem efectivamente ser publicados e, simultâneamente tentar não me imiscuir na discussão da associação não se está a afigurar uma tarefa fácil.
Estou a tentar ser o mais imparcial possível, o que só está a ser possível com o vosso contributo (de ambas as partes), facto que agradeço.

Agora só me faltava aparecem comentários em Francês e em Espanhol para piorar a situação..

Por fim digo-vos que o blogue foi alvo de tentativa de pirataria informática, mas até agora infrutífera. A única coisa que fiquei privado foi o contador de visitas. Mas a seu tempo resolverei o assunto.

Bons comentários

Anónimo disse...

Grandes negociatas... compram terrenos rústicos e constroem sem qq licença ou permissão... depois nós que pagamos impostos ainda os temos de aturar... não esquecendo que mais de metade são segundas habitações

Anónimo disse...

Sr.presidente da AAPG, não se demita.
Os comunas e os laranjas agradecem-lhe.
Continue para que eles envenenem o PS com o mesmo
veneno com que tem envenenado os seus camaradas.

Ana disse...

Não compreendo estes bloguistas...
O Sardinha na Assembleia Municipal bastava marcar presença, e recebia uma verba.
Mas demitiu-se.
Na Associação e na AUGI não recebe qualquer renumeração e trabalha com sacrifício,todas as noites e ao sábado de manhã.
Mesmo sem ser comproprietário.
E ninguém valoriza isto?

António disse...

Ilustre Sardinha

Já escrevia o António Aleixo que:

Para a mentira ser segura
E atingir profundidade
Tem que trazer à mistura
Qualquer coisa de verdade.

Mas quando é que estás disposto a convocar eleições?

Ca ganda democrata tu me saíste...

Laranja Mecânica disse...

Ana, este mundo é injusto!
Já o Vale e Azevedo se queixava dos benfiquistas por estes não valorizarem o seu trabalho como presidente do Glorioso.
E agora queixa-se da justiça por esta andar a persegui-lo e não o deixarem trabalhar.
Não há mesmo justiça.
Fora com este Governo.

Augusto disse...

Na reportagem que o Comércio do Seixal fizer sobre a não realização de eleições na Associação do Pinhal do General e na comissão de fiscalização da AUGI 71, sugiro que se desloque ao Pinhal do General para visitar os estabelecimentos comerciais e falar com os comproprietários.
Será interessante ouvi-los

Anónimo disse...

SARDINHA
Faz a vontade aos bloguistas.
Eles não entendem o trabalho intelectual que é necessário dar a uma Associação que congrega uma enorme diversidade de interesses, opiniões, oprtunismos e também justas aspirações: ver a sua parcela de terreno ou casa devidamente legalizada.
A solução para as áreas de génese ilegal obrigaram o Governo a criar uma Lei especial, tal era a complexidade do problema criado pelos loteadores ilegais e por aqueles incautos que desejavam ter acesso a uma propriedade ou a uma habitação própria, no campo, perto da praia, com qualidade de vida, longe do bulício das zonas urbanas da Cidade, tal como acontece junto das principais Cidades do centro da Europa.
Admiro a carolice de todos aqueles que têm estado generosamente à frente da luta das Associações e Comuisões de Administração das AUGIS. è uma grande dor de cabeça.
Sardinha, a tua missão terminou. Convoca a Assembleia Geral Extraordinária para eleger os novos Corpos Sociais que serão integrados certamente por comproprietários livres de suspeitas e darão uma nova dinãmica ao Pinhal do General, dignificando a zona à semelhança de outras que já conseguiram ultrapassar grande parte dos obstáculos e tornarão a Freguesia de Fernão Ferrro num local onde todos possam viver felizes.
Sardinha, a decisão é tua. Sai com dignidade antes que te ponham legalmente na rua da amargura e o teu desempenho seja totalmente humilhado.
PORRA. CONVOCA A ASSEMBLEIA GERAL

Seixalense Atento disse...

Meus caros o Sr. Sardinha realmente está, ou estava filiado no PS, mas na realidade é um infiltrado do PCP, só por aí se percebe as negociatas que faz com o presidente da junta e com os vereadores da câmara.

Anónimo disse...

PORRA CHEGA!!

Mas este individuo pensa que é quem?? Humilde concerteza que não é! Modesto certamente! Mas dentro destes há seguramente 2 tipos: os Falsos Modestos e os bons modestos....descubram lá qual é.

As pessoas estãos cansadas de tatnta trapalhice, de um dia dizerem que não têm dinheiro para obras (final de outubro de 2009) e 15 dias depois surgem máquinas a fazer intervenções sem qualidade (o tempo já se encarregou de demonstrar serem de péssima qualidade tendo as estradas ficado pior do que estavam) todos os dias da semana inclusive fim-de-semana e feriados??

Marque as assembleias imediatamente!

saudações.