quarta-feira, janeiro 23, 2008

Proposta PSD na Assembleia Municipal do Seixal


Realizou-se esta segunada-feira, dia 21, uma Assembleia Extraordinária, onde o PSD apresentou a seguinte Proposta, que foi votada por unanimidade, com declaração de voto da CDU.
Congratulamo-nos com a tomada de posição dos restantes partidos. Aguardemos pelo procedimento da Câmara Municipal.


Proposta - classificar o Bairro dos Vidreiros como de Interesse Municipal


O património é a memória de um povo. O património edificado da cidade de Amora encontra-se ao abandono, em estado de ruína eminente. Mesmo o património edificado desta freguesia que já obteve a classificação de Imóveis de Interesse Público, casos dos Moinhos de Maré da Passagem, Capitão, Torre e Galvão continua a degradar-se sem que ninguém faça nada. Contudo, é para o antigo Bairro dos Vidreiros, sito na marginal de Amora, que ora se reclama uma intervenção urgente.

Este núcleo urbano antigo contribui para a preservação da identidade da cidade de Amora, não só por ser uma construção típica do último quartel do séc. XIX, como por pela sua localização e enquadramento paisagístico se ter tornado no ex-libris desta Cidade.

“A correnteza” surgida para albergar os operários especializados, primeiro ingleses depois alemães é o que resta do complexo industrial da Fábrica de Vidros de Amora que foi sendo desmantelado ao longo do século XX.

O Bairro, originalmente delimitado por um gradeamento (típico das construções deste período e, que entretanto foi destruído), está em estado de ruína eminente mas tem um inegável interesse público não só enquanto paisagem mas também como documento do passado industrial deste concelho e da cidade de Amora.

Assim, a Assembleia Municipal do Seixal reunida Extraordinariamente em 21 de Janeiro de 2008, associa-se à comemoração dos 100 anos do coreto da Amora propondo que a Câmara Municipal do Seixal diligencie, com a máxima brevidade, no sentido de classificar o Bairro dos Vidreiros como de Interesse Municipal e simultaneamente promova junto do IPPAR a sua classificação como Imóvel de Interesse Público.

A Assembleia Municipal manifesta a sua grande preocupação pelo estado de degradação dos referidos edifícios e exorta a Câmara Municipal a diligenciar junto dos proprietários no sentido de salvaguardar este património que é de todos nós.




Do Grupo Municipal do PSD:

2 comentários:

Paulo Silva disse...

Meu caro Paulo Cunha estás equivocado pois o PS absteve-se...

Paulo Edson Cunha disse...

Ilústre, se o dizes acredito e peço desculpa aos socialistas, mas estava na firme convicção que eles tinham votado. O equívoco deveu-se a terem tido uma intervênção a saudar a moção e a iniciativa e depois absterem-se. Acontece...
Um abraço e obrigado pela dica.