segunda-feira, novembro 05, 2007

Deliberadamente

Embora já escrito há cerca de um mês e meio, este texto foi publicado esta semana na minha crónica na revista "o praticante", cujo link em breve estará disponíveol neste blogue.
Penso que não perdeu qualquer actualidade e, como sempre, espero que gostem e...comentem.


Proveniente do verbo deliberar, o advérbio de modo "deliberadamente" está definitivamente na moda, depois do Conselho de arbitragem o ter interpretado “a la carte”.

Já viram se a moda pega? De cada vez que um juiz, uma instituição, alguém a quem cabe decidir, optar por produzir as chamadas “interpretações autênticas” em proveito da interpretação que lhe der mais jeito, garantidamente nunca se engana na decisão, mas lança o caos em todos os intervenientes a quem essas leis dizem respeito.

Já não nos chegava o legislador num acesso de pressa claramente injustificada, ter optado pela aplicabilidade imediata dos novos códigos de Processo Penal e Código Penal, aumentando com essa medida e, apenas por essa precipitação, a insegurança geral, ao lançar para as ruas dezenas de cadastrados, quais ratazanas soltas dos seus esconderijos em plena cidade, vem agora este Conselho de Arbitragem produzir esta verdadeira atoarda, descridibilizando, a já de si depauperíssima credibilidade de que a arbitragem ainda gozava.

À semelhança do que o Conselho de arbitragem preconiza na leitura que fez das leis do futebol e, se as mesmas fizerem doutrina, estamos mesmo a ver o Sr. Pinto da Costa a explicar aos Srs. Drs. Juízes que todo o aliciamento que ele alegadamente fazia aos árbitros, não o fazia com a intenção da sua equipa ser beneficiada, até porque não o fazia deliberadamente, mas tão só porque estes só beneficiariam das suas “oferendas” se ele “deliberadamente” os quisesse premiar, o que não sucedia, acontecendo que apenas por mero acaso, nunca deliberado, está bem de ver, essas eram, P. Ex. viagens oferecidas à agência cosmos, sem destinatário directo e só depois é que eram objecto de um sorteio aleatório e eram ganhas por árbitros amigos. Tudo coincidência, claro!

Também se está a ver o bom do Jacinto Paixão a demonstrar que não tinha dormido “deliberadamente” com nenhuma prostituta, tão só tinha pedido determinada frutinha ao empresário que trabalhava com o F.C.Porto e por engano (nada deliberado, claro) umas Sras. que tinham sido pagas por alguém, lhes teriam (alegadamente, digo eu) ido parar ao seu quarto.
A quem aconselho que deliberadamente queira ganhar o próximo Euro festival da canção, momento anualmente frustrante e mesmo humilhante para todos os Portugueses, é à direcção da RTP que deve convidar os nossos meninos do rugby para cantarem a plenos pulmões, como só eles sabem, o nosso hino, garantindo sempre o primeiro lugar, pois ou ganham pela forma emotiva e sentida como o cantam ou, se não ganham, estou mesmo a ver aqueles moçoilos a descarregar “deliberadamente” toda a sua testerona sobre o júri, o que será perfeitamente desculpável para quem a tem em quantidades industriais e não tem sequer adversários para “malhar”.

Quem está deliberadamente de parabéns são os responsáveis por esta revista, os seus anunciantes e todos os leitores, pela sua cada vez melhor qualidade (sou insuspeito para falar, pois sou apenas convidado), quer em termos qualitativos, quer mesmo em termos quantitativos, com o aumento das páginas impressas, logo da informação disponibilizada aos seus leitores.

Por fim, venho deliberadamente elogiar o Clube Recreativo da cruz de Pau e o Independente Futebol Clube Torrense por terem representado de forma condigna o concelho do seixal no espectáculo de Ginástica, Musica e dança que decorreu no dia 16 de Setembro no Pavilhão de Portugal, numa iniciativa promovida pela Área Metropolitana de Lisboa e também a todos os participantes na 24.ª edição das Seixalíadas que tiveram início no sábado, dia 22 de Setembro, com a Festa de Abertura e prolongam-se até ao dia 20 de Outubro. Participem.

4 comentários:

Anónimo disse...

"Deliberadamente", os teus artigos s�o fant�sticos.


M.C.

Anónimo disse...

praticas o quê??

Rui Prata disse...

Amigo Paulo, deliberadamente está o meu Sporting a oitos pontos do FCP com tantos erros de arbitragem.
1Ab
R.Prata

Ponto Verde disse...

O que têm em comum estrelas de Hollywood e os vereadores da margem sul ? Ver no a-sul a resposta ;)